Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Ciclo de Cinema Histórico tematiza o olhar argentino



Nesta quinta-feira (20), inicia o 31° Ciclo de Cinema Histórico: Pelo Olhar Argentino. A apresentação dos filmes acontece na sala 2173 do prédio 74 (Centro de Ciências Sociais e Humanas – CCSH – Campus), sempre às 19h.

O programa de exibições é o seguinte:

– Quinta-feira, 20 de outubro

Filme: "Patagônia rebelde" (La Patagonia rebelde), de Héctor Olivera (ARG, 1974, 110 min); com comentários de Glaucia Vieira Ramos Konrad, professora do Departamento de Documentação da UFSM

Sinopse: Em 1920, operários e peões do sul da Argentina, articulados em organizações anarco-sindicalistas, decidem pela greve geral diante das péssimas condições de trabalho. Um general no comando de tropas enviadas pelo Governo Central inclina-se em favor dos trabalhadores e consegue firmar um acordo entre sindicatos e estancieiros. No entanto, os patrões não cumprem o combinado, levando os trabalhadores a uma nova greve. Esta ao invés servir de motivo para novas negociações resulta em repressão brutal.

Elenco: Héctor Alterio, Luís Brandoni, Federico Luppi, José Soriano, Pedro Aleandro, Jorge Rivera López.

– Sexta-feira, 21 de outubro

Filme "Martin Fierro" (Martin Fierro) de Leopoldo Torre Nilsson (ARG, 1968, 120 min), com comentários de Miguel Ángel Taroncher, professor de História da Universidade Nacional de Mar del Plata, Argentina.

Sinopse: A história do "gaucho" Martín Fierro, seu povo e sua vida no pampa argentino. Adaptação do livro de José Hernández. É a história de um herói trágico, um dos milhares de gaúchos que foram recrutados para pelear contra os índios na fronteira argentina da patagônia na segunda metade de século XIX. Martín Fierro é separado de sua família e enviado à fronteira, onde deve servir aos interesses do exercito e, na maioria das vezes, aos interesses particulares dos homens que dirigem esse exército e que usam a situação para obter vantagens pessoais.Fierro foge para regressar a sua terra e sua família, mas quando chega em seu lar, depara-se com sua casa vazia e seus parentes presos (ou mortos?), descobrindo, assim, que agora é um desertor.Seu destino agora é a fugir da justiça. Mais tarde, em vez de mais cedo, Fierro entende que não pode recuperar o que foi perdido, e só sai em busca de liberdade.

Elenco: Alfredo Alcón, Lautaro Murúa, Graciela Borges, Walter Vidarte, Leonardo Favio.

– Segunda-feira, 24 de outubro

Filme: "Mafalda" (Mafalda) de Carlos Márquez (ARG, 1982, 82 min), com comentários de Letícia Genro Schio, especializanda em História do Brasil pela UFSM.

Sinopse: Apesar do nome sugerir, essa animação não apresenta uma única história, mas uma série de gags, às vezes relacionadas entre si. Baseado nas tiras da turma da Mafalda, personagem do argentino Joaquín Salvador Lavado, o Quino, o filme também é conhecido pelo nome adotado na Espanha: "El Mundo de Mafalda".

– Terça-feira, 25 de outubro

Filme: "Panelaço: a rebelião argentina" (El cacerolazo: la rebelión argentina) de Carlos Pronzato (ARG, 2002, 50 min), com comentários de Cícero Santiago de Oliveira, professor Substituto do Departamento de História da UFSM

Sinopse: Ao som do tango estilizado de Astor Piazzolla, O Panelaço narra as jornadas de luta do povo argentino que resultaram na queda do presidente Fernando De La Rúa, em dezembro de 2001. Usando fortes imagens em preto e branco, entre flashes de manifestações, comícios, assembléias populares e choques entre militantes e policiais, a câmera de Pronzato focaliza o gesto revolucionário, as faixas e bandeiras desfraldadas, as prisões, os feridos e mortos pela repressão. No registro da luta contra o governo neoliberal que promoveu o hiperdesemprego, confiscou a poupança do povo argentino e deixou milhões na miséria, não faltam também os depoimentos de populares, personalidades e lideranças comunitárias e políticas. Entre estas, as Mães da Praça de Maio, o prêmio Nobel da Paz Adolfo Perez Esquivel e o dramaturgo brasileiro, Augusto Boal, Fundador do teatro do Oprimido. O áudio marca o ritmo das manifestações e da resistência do povo, enquanto a câmera de Pronzato passeia pelas ruas e praças, focalizando panelas e caçarolas, símbolo da pressão popular que levou à renuncia do presidente argentino e da Corte Suprema.

– Quarta-feira, 26 de outubro

Filme: "Crônica de uma fuga" (Crónica de una fuga) de Adrián Caetano (ARG, 2006, 103 min), com comentários de Yuri Rosa de Carvalho, graduado em História pela UFSM

Sinopse: No final da década de 70, em Buenos Aires, na Argentina, um jogador de futebol sem qualquer envolvimento politico é sequestrado e mantido refém num centro de detenção no subúrbio do bairro de Móron. Baseado em factos reais, o filme acompanha os 4 meses de tortura e angústia do personagem principal e de 3 outros rapazes até que todos conseguem fugir do injusto cativeiro.

– Quinta-feira, 27 de outubro

Filme: "O segredo dos seus olhos" (El secreto de sus ojos) de Juan José Campanella (ARG, 2009, 127 min), com comentários de Paula Rafaela da Silva, mestre em História pela PUC-RS

Sinopse: O detetive Benjamin Esposito depois de retirado da polícia decide retomar a investigação de um crime de violação e homicídio com vinte cinco anos e ainda por resolver, acabando por revisitar as suas próprias memórias de amizade, paixões e mortes. Este novo olhar sobre o passado acaba por acrescentar novos dados e alterar definitivamente o seu futuro.

Elenco: Ricardo Darin, Soledad VillaMil, Pablo Rago, Javier Godino.


Publicações Recentes