Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Simpósio de Biogerontologia e Saúde reuniu participantes de diversos estados



Foto do simpósio com perspectiva do final da sala, mostrando público sentado e palestrando à frente da mesa com projeção em slide à direita
Simpósio tratou do neuroenvelhecimento, do câncer e da relação entre dieta e atividade física

O 1º Simpósio de Biogerontologia e Saúde ocorreu, na última sexta (14) e no último sábado (15), no Auditório Wilson Aita, no anexo C do Centro de Tecnologia (CT). Os principais temas tratados no evento foram o neuroenvelhecimento, câncer e o binômio dieta/atividade física.

Entre os temas abordados nas conferências e painéis, destacam-se os seguintes: modelos de células neurais, zebrafish e roedores no estudo das doenças de Parkinson e Alzheimer, envelhecimento da pele, manejo de lesões, psicofármacos e depressão, dieta amazônica, atividade física, oncogenética, biogenômica, suplementos fitoterápicos e quimioterapia, estresse dos idosos e de seus cuidadores, diabetes e doenças cardiometabólicas.

Os assuntos foram abordados por professores e pesquisadores das universidades federais de Santa Maria (UFSM), do Rio Grande do Sul (UFRGS), de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e do Pampa (Unipampa), e também da Pontifícia Universidade Católica (PUCRS), Universidade de Passo Fundo, Universidade Regional do Noroeste do Estado (Unijuí), Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Universidade Ibirapuera (Unib).

A ideia de realizar o evento, como conta uma das organizadoras, Fernanda Barbisan, surgiu do fato de que a biogerontologia, que estuda como ocorre o envelhecimento biológico, ou seja o envelhecimento das células, é uma área pouco conhecida no Brasil, sendo a base para todo o envelhecimento humano, ainda buscando compreender como o ambiente afeta o processo de envelhecer. Por exemplo, como atividade física, dieta e estresse podem influenciar no processo de envelhecer de cada pessoa.

Fernanda ainda destaca a importância da realização do evento. “Consideramos o evento relevante, por ser o primeiro no Brasil voltado ao debate dos diversos aspectos do envelhecimento biológico. No Brasil, atualmente, a expectativa de vida gira em torno de 76 anos, ou seja, já estamos com uma boa longevidade, mas o grande problema é que a partir dos 56 anos, mais ou menos, os brasileiros passam a conviver com doenças crônicas não transmissíveis, como as dislipidemias, diabetes, depressão, dores nas articulações dificultando movimentos”, relata.

Ao total, 300 pessoas participaram do evento, incluindo alunos de graduação e pós-graduação dos diversas instituições do estado e também de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Amazonas.

O evento contou com sessões temáticas, com espaço para debate e apresentações de trabalhos. Foram 128 trabalhos aprovados, sendo que 125 foram apresentados sob a forma de pôster e os três melhores foram apresentados de forma oral.

O destaque do evento foi a entrega do Prêmio Sir Peter Medawar, conferido aos três melhores trabalhos enviados para o simpósio. Os trabalhos vencedores do prêmio foram:

“A gente acha que com a gente não vai acontecer: um estudo de casos múltiplos sobre envelhecer com HIV/Aids”. Autores: I. C. P. Paludo, L. R. Olesiak, A. M. Quintana (UFSM).

Adaptation and validation of the chilean version of the test your memory (TYM) test“. Autores: G. Urrutia, P. García (Universidad de Talca, Talca, Chile, e UFSM).

“Avaliação do efeito in vitro do laser de baixa potência na proliferação de fibroblastos senescentes expostos a um estressor”. Autores: D. R. Maldaner, M. M. M. F. Duarte, N. C. de A. Bonotto, E. C. D. Flora, C. M. U. Negretto, C. C. Marasciulo, A. J. F. Knupp (UFSM e Ulbra/SM).

A promoção do evento foi do Programa de Pós-Graduação em Gerontologia e do Laboratório de Biogenômica, com o apoio das ligas acadêmicas de Geriatria e Gerontologia, Patologia e Genética, Medicina do Exercício e Esporte da UFSM.

Texto: Laura Coelho de Almeida, acadêmica de Jornalismo e bolsista na Agência de Notícias da UFSM

Fotos: Maria Luísa Viana, acadêmica de Jornalismo da UFN e estagária da Agência de Notícias da UFSM

Edição: Ricardo Bonfanti


Publicações Recentes