Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

UFSM realiza primeira chamada oral da lista de espera do SiSU 2019/1



Hall do Centro de Convenções lotado de candidatos sentados para o processo da chamada oral
Movimentação intensa no Centro de Convenções durante as chamadas orais do SiSU
Três estudantes seguram cartaz com o texto "Bixos Psico UFSM"
Candidatas comemoraram o ingresso na UFSM após participarem da chamada oral

Começou na manhã desta quarta-feira (13), no Centro de Convenções da UFSM, a primeira chamada oral da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2019/1. Durante a manhã, participaram do processo de ingresso cerca de 750 candidatos interessados nas vagas dos 18 cursos do Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH) da Universidade. O processo segue até a tarde desta sexta-feira (15), com a finalidade de preencher as vagas nos cursos oferecidos pelas demais unidades de ensino.

De acordo com o pró-reitor substituto de Graduação, professor Jerônimo Tybusch, foram ofertadas 1,8 mil vagas pela primeira chamada oral do SiSU 2019/1 da UFSM. Segundo o professor, a partir da etapa, a instituição espera atingir o preenchimento de 95% das vagas. “Com esse processo, ideia é alcançar o nível 5 de universidade de excelência, pois isso gera impactos positivos para os nossos cursos”, estima o pró-reitor.

A movimentação em frente ao Centro de Convenções iniciou ainda às 8h30min, com a abertura das portas e credenciamento dos candidatos, etapa de confirmação de presença. A chamada dos candidatos inscritos começou às 11h, com 14 nomes para Direito, seguidos pelos selecionados para Psicologia, dois dos cursos mais procurados do CCSH.

Estande com moradores da Casa do Estudante
Moradores da Casa do Estudantes recepcionaram candidatos

A diretoria da Casa do Estudante (CEU) também estava presente no local para prestar informações sobre o Benefício Sócio-Econômico (BSE) e a Moradia Estudantil. “Desde o semestre passado, a diretoria da Casa do Estudante vinha se preparando para se inserir junto com os outros órgãos da UFSM nesse momento de recepção e realizar a primeira acolhida já no momento da matrícula”, comenta Luiz Gustavo, membro da diretoria da CEU.

Ansiedade na espera

Principais incentivadores dos candidatos, os familiares marcaram presença no primeiro dia de chamada oral. Muitos enfrentaram longas horas de viagem e vibraram junto com os calouros.

Para Ana Cristina, que acompanha a filha de 18 anos, candidata ao curso de Relações Internacionais, a possibilidade de aprovação representa um sonho. Segundo a mãe, a menina é a primeira da família com a possibilidade de estudar fora de casa e, embora a aprovação represente a necessidade de mudança de Cachoeira do Sul para Santa Maria, o apoio é constante. “Saber que ela pode vir a se formar em uma Universidade Federal é uma emoção muito grande. Vendo toda a preparação dela, é emocionante e a gente torce para que ela alcance esse sonho”, afirma.

Participaram do processo seletivo concorrentes de todas as idades. Segundo João Luiz, de 78 anos, candidato ao curso de Filosofia, a participação na chamada oral representa a possibilidade de desenvolver a mente e afastar a ociosidade do tempo, “Me sinto rejuvenescido”, comenta. Já Guiomar Vila Nova, de 48 anos, candidata ao curso de Gestão de Turismo, ressalta o papel do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ao gerar novas oportunidades de ensino para quem, até então, não pode frequentar o ensino superior.

Após ter o nome chamado para ocupar uma vaga, a tensão abriu espaço para o alívio. Os calouros vêm de diferentes de lugares do Brasil e comemoraram a seleção e as oportunidades de mudança. Camila Marcelo de Toledo, 19 anos, saiu de São Paulo para tentar, pela primeira vez, vaga no curso de Direito da UFSM. Classificada em segundo lugar na lista de espera de ampla concorrência, a aprovação foi celebrada pela família. “Passar em uma universidade aqui no sul e ficar tão longe de casa é uma sensação diferente”, observa. Além disso, a estudante relata que é a primeira pessoa da família que irá cursar o ensino superior público, fato que orgulha a mãe Roberta, que acompanhou a filha durante a seleção.          Para Maressa Nikoden Anicievscki, 21, natural de Santa Rosa, que garantiu vaga em  Psicologia pela cota L13 – destinada a pessoas com deficiência e estudantes de escola pública, independente de renda – ,  a sensação é inesperada. De acordo com a estudante, o interesse pela área surgiu no início de um tratamento terapêutico. “A minha terapeuta mudou a minha vida e eu quero poder fazer isso pelas outras pessoas”, conta.

Conforme a programação, ainda na tarde de quarta-feira foram convocados os classificados nos cursos do Centro de Ciências da Saúde (CCS). A chamada oral das demais unidades de ensino UFSM segue até sexta-feira, dia destinado às vagas no Colégio Politécnico, no Colégio Técnico Industrial de Santa Maria (CTISM) e no campus de Cachoeira do Sul. Já os campi de Frederico Westphalen e Palmeira das Missões realizarão seus processos na próxima terça-feira (19).

Texto e fotos: Bárbara Marmor e Pablo Iglesias, acadêmicos de Jornalismo e bolsistas da Agência de Notícias


Publicações Recentes