Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Equipe da UFSM vai participar do Projeto Rondon em cidade no interior do Piauí



Comunidade de Santa Rosa do Piauí recebeu representante da UFSM em sua viagem precursora

O professor Gianfábio Pimentel Franco, do Departamento de Ciências da Saúde do Campus da UFSM em Palmeira das Missões, esteve de 7 a 13 de abril no município de Santa Rosa do Piauí (PI) para realizar a viagem precursora da Operação João de Barro do Projeto Rondon.

A cidade, que fica a cerca de 300 quilômetros de Teresina (capital do Piauí), possui aproximadamente 5 mil habitantes. Coordenador geral da proposta, o professor Gianfábio apresentou o projeto, que tem parceria com a Universidade do Vale do Paraíba (Univap). Fazem parte também do projeto o professor Leonardo Jantsh, do mesmo departamento, e a professora Silvana Cogo, do Departamento de Enfermagem do campus de Santa Maria. A UFSM vai participar com oito alunos.

O município receberá por 12 dias dois grupos com 10 integrantes cada um. A equipe da UFSM desenvolverá no município atividades nas áreas de cultura, direitos humanos e justiça, educação e saúde. “Nós concorremos a um edital dentro da UFSM e tivemos a felicidade de sermos contemplados. Essa viagem precursora que realizei foi para ir até o local para fazer o reconhecimento no município e apresentar os cronogramas das propostas das oficinas”, explicou o professor.

A Operação João de Barro contempla 12 municípios, envolvendo 48 rondonistas voluntários de 24 instituições de ensino superior do país. A equipe da UFSM vai trabalhar na cidade de Santa Rosa do Piauí no período de 12 a 28 de julho de 2019.

Desenvolvido pelo Ministério da Defesa, em parceria com governos estaduais e municipais e instituições de ensino superior públicas e privadas, o Projeto Rondon contribui para a formação do jovem universitário como cidadão e para o desenvolvimento sustentável nas comunidades carentes.

O Projeto Rondon proporciona ao município a oportunidade de receber professores e alunos universitários, de várias áreas do conhecimento, que desejam contribuir com a comunidade e com as lideranças locais, trabalhando voluntariamente para melhorar as condições de vida e o bem-estar da população e a qualidade e eficiência da administração municipal.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Campus de Palmeira das Missões





Publicações Recentes