Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM vence clássico pela Série Ouro de Futsal e quebra tabu contra o União Independente



Com casa cheia, UFSM e União Independente fizeram um grande clássico na noite de sábado (25), no CDM, presenteando os torcedores com um belo espetáculo esportivo. Muito equilibrada, a partida refletiu o nível em que as duas equipes se encontram, em um duelo de muita técnica e qualidade com a bola no pé, fazendo jus às suas presenças na Série Ouro do Estadual.

No fim, a UFSM saiu vencedora, marcando os gols da vitória por 2×0 na segunda etapa, através de dois ex-atletas do próprio União (Farias e Léo Rudek). A atuação segura da equipe universitária também passou pelo empenho defensivo e pela partida perfeita do goleiro Carlson, tanto embaixo das traves, como em lançamentos com as mãos e com os pés.

Para Carlson, eleito o melhor jogador da UFSM na partida, o empenho e o trabalho foram fundamentais para a equipe alcançar a vitória. “Estamos construindo esse trabalho a certo tempo e os resultados estão vindo. Também mostramos que em clássico é importante o empenho de todos, a doação dentro de quadra, e manter a concentração, sentir o jogo e não se perder durante a partida”, concluiu.

O técnico Gabriel Pranke também elogiou a aplicação dos atletas em quadra e o entendimento da proposta de jogo, que foi alterada no intervalo. “Sabíamos que seria um jogo diferente, pela qualidade do União, mas a aplicação dos atletas foi fundamental. Quebramos um tabu, que vinha de três anos, mas sabemos que ainda tem muito campeonato pela frente e temos objetivos para serem alcançados. No intervalo, mudamos a proposta, passamos a jogar mais no contra-ataque e assim matamos o jogo”, afirmou.

Ele também ressaltou a importância de poder contar com um elenco qualificado e usar praticamente todos atletas que foram relacionados. “É uma característica que venho implantando em todos os jogos. Isso me permite rodar bastante o elenco durante a partida e ter os atletas inteiros fisicamente dentro de quadra. Assim conseguimos manter a marcação intensa durante boa parte do jogo”, finalizou o treinador.

Com a vitória, a UFSM se isola na terceira colocação da Chave A, com nove pontos. O time universitário só fica atrás da Assoeva e da Assaf, que têm 12 pontos ganhos. Na próxima rodada, no dia 1º de junho, a Federal joga em Cachoeira do Sul frente ao São José. O adversário iniciou a competição com quatro derrotas, mas se reabilitou neste fim de semana vencendo a ARE em Rosário do Sul.

Além de determinar um salto na tabela de classificação, a vitória no clássico significou a quebra de um tabu histórico. Nos seis confrontos anteriores, todos realizados pela Série Bronze, o União venceu cinco e houve um empate. O feito histórico foi bastante comemorado, não só pelos atletas, como também pela torcida universitária, que esteve em peso no CDM.

Mais informações sobre a partida no blog da equipe.

Texto: Assessoria de Imprensa da UFSM Futsal


Publicações Recentes