Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

UFSM-FW leva o Projeto de Extensão Flores para Todos para a região norte do RS



A quarta fase do Projeto de Extensão Flores para Todos, que vai produzir gladíolos (ou palma-de-santa-rita) para o Dia de Finados, chega ao norte do RS. A Equipe PhenoGlad da UFSM campus Frederico Wesphalen e a Emater Regional do município visitaram na semana passada os produtores dos cinco municípios que irão receber o projeto naquela região: Rondinha, Sarandi, Ametista do Sul, Iraí e Frederico Westphalen.

Durante a visita, a coordenadora da Equipe PhenoGlad na UFSM-FW, professora Gizelli Moiano de Paula, a estudante de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola da UFSM e integrante da Equipe PhenoGlad Regina Tomiozzo e os extensionistas municipais da Emater e da Regional da Emater de FW explicaram aos agricultores como funcionará o projeto em suas propriedades.

Cada município terá dois produtores participando do projeto. Durante o cultivo eles vão receber orientação dos extensionistas da Emater e da Equipe PhenoGlad da UFSM-FW de como produzir os gladíolos, desde o plantio até a colheita. Os produtores receberão 50 bulbos de quatro cultivares de cor amarela, vermelha, branca e lilás, totalizando 200 bulbos, que darão 400 hastes florais. A programação da data de plantio das quatro cultivares de gladíolo para que as flores estejam prontas para o Dia de de Finados será com o aplicativo PhenoGlad Mobile, desenvolvido na UFSM.

O projeto leva o nome de “Flores para Todos” porque busca oferecer uma oportunidade para o agricultor familiar ganhar dinheiro com flores e levar ao consumidor um produto com custo menor, pois a produção é feita localmente, encurtando a cadeia e conectando pessoas na comunidade. No RS, 90% das flores consumidas vem de fora do estado, e este projeto tem objetivo de popularizar o gladíolo como flor de corte e incentivar a produção local. O projeto tem um co-irmão nos Estados Unidos chamado “Local Flowers, Local Farmers: a Growing Movement” (“Flores Locais, produtores locais: um movimento em crescimento”).

O projeto iniciou em 2018 e já produziu 15 mil hastes de gladíolos em 15 municípios do RS, três municípios de SC e um município do PR. Os produtores que participam do projeto são agricultores familiares selecionados pela Emater e pelas universidades que fazem parte da Equipe PhenoGlad nos três estados da Região Sul do Brasil. A quarta fase do projeto vai produzir em torno de 10 mil hastes de gladíolo por agricultores familiares em 10 municípios do RS e em uma escola rural de Encruzilhada do Sul.

Mais informações sobre a quarta fase do projeto no link.

 


Publicações Recentes