Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Quarta fase do projeto de extensão Flores para Todos começou em três municípios



O projeto de extensão Flores para Todos, que visa a divulgar a floricultura como alternativa de renda e de diversificação de culturas para agricultores familiares nos três estados da região Sul, iniciou a sua quarta fase na semana passada com o plantio de gladíolo (ou palma-de-santa-rita) em três municípios da região central do Rio Grande do Sul: Novo Cabrais, São Sepé e Restinga Seca.

Em Novo Cabrais, o plantio foi na propriedade da agricultora familiar Mara Elaine Scortegagna Flores, que pretende ter a flor pronta para eventos que acontecem no município durante o mês de outubro. Em São Sepé, o plantio ocorreu no Parque de Exposições Francisco Simões Pires, com o objetivo de ter a flor pronta para a Expofeira Regional, que acontecerá de 10 a 14 de outubro. Já em Restinga Seca, o plantio foi na Escola Municipal de Ensino Fundamental Sete de Setembro, no interior do município, com o intuito de ter a flor pronta para a ExpoRestinga, que ocorre nos dias 4, 5 e 6 de outubro.

Nas três primeiras fases do projeto, foram produzidas 15 mil hastes de gladíolo e na quarta fase a previsão é de serem produzidas 10 mil hastes da flor. O projeto Flores para Todos é uma realização das Equipes PhenoGlad de várias universidades e institutos federais gaúchos e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) do Rio Grande do Sul e Paraná.

A UFSM participa do projeto com as Equipes PhenoGlad dos campi de Santa Maria, Frederico Westphalen e Cachoeira do Sul. Durante o projeto, ocorrem visitas técnicas aos agricultores e escolas, desde o plantio do bulbo até a colheita da flor, de forma que ao final os agricultores e os alunos aprendam as técnicas de cultivo do gladíolo e consigam cultivar a flor por conta própria. A programação da data de plantio para que a flor fique pronta nas datas desejadas é feita pelo aplicativo PhenoGlad Mobile, desenvolvido na UFSM em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Campus Curitibanos. Para a sua finalização, foram necessários 10 anos de pesquisa.


Publicações Recentes