Pular para o conteúdo
Português English Español Français Italiano
Início do conteúdo

Escolas técnicas vinculadas às universidades entregam planilha orçamentária ao MEC



Foto colorida horizontal mostra cinco homens sentados em uma bancada, com a palavra Andifes ao fundo
Reunião do Condetuf foi realizada na semana passada, em Brasília

O Conselho Nacional de Diretores das Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais (Condetuf) realizou entre os dias 2 e 4 de julho, em Brasília, a 3ª reunião ordinária de 2019. O encontro resultou na finalização e entrega ao Ministério da Educação (MEC) da planilha orçamentária para 2020, que, a exemplo dos anos anteriores, informa o valor percentual a ser aplicado em cada escola do montante destinado às 23 unidades vinculadas.

A matriz orçamentária do Condetuf é feita mediante parâmetros baseados nas dimensões de ensino, infraestrutura e recursos humanos, além de considerar áreas construídas e não construídas. Em 2019, foram destinados pela Lei Orçamentária Anual (LOA) mais de R$ 59,9 milhões para o funcionamento das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica, além de R$ 16,5 milhões voltados à assistência estudantil. Para o orçamento de 2020, o conselho solicita a correção dentro do que prevê o teto dos gastos públicos, ou seja, o mesmo orçamento do ano anterior corrigido pela inflação.

De acordo com o coordenador de Educação Básica, Técnica e Tecnológica da UFSM e vice-presidente do Condetuf, Marcelo Freitas da Silva, a justificativa do pleito se deve à necessária continuidade das atividades dentro do padrão de excelência e produtividade, peculiar às unidades de ensino que compõem a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

Para os diretores do Colégio Politécnico e do Colégio Técnico Industrial de Santa Maria (Ctism), Valmir Aita e Rafael Adaime Pinto, respectivamente, também é preciso avançar na política do MEC para melhorar a infraestrutura física, o aspecto didático-pedagógico e o número de matrículas nos cursos técnicos de nível médio, em consonância com o Plano Nacional de Educação (PNE).

As unidades do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) vinculadas às universidades federais somam um total de 23, pertencentes a 15 universidades federais, com mais de 22 mil alunos em 272 cursos, sendo 145 na região Nordeste, 25 no Norte, 56 no Sudeste e 46 no Sul. Na UFSM, as duas unidades de ensino técnico atendem aproximadamente 3,5 mil alunos.

Foto: Divulgação



Publicações Recentes