Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Exposição sobre Romeu Beltrão pode ser visitada até esta quinta-feira no Museu Gama d’Eça



Homenageado pela mostra, Romeu Beltrão foi médico, professor, historiador, jornalista, botânico, paleontólogo e arqueólogo

A exposição “Dr. Romeu Beltrão – Um Homem com Aptidão em Várias Áreas do Saber” estará no Museu Gama d’Eça até esta quinta-feira (3). Através de objetos doados ao museu por seus filhos Aécio e Ápio Beltrão, busca-se conhecer um pouco mais desse ilustre santa-mariense, que foi médico, professor, historiador, jornalista, botânico, paleontólogo e arqueólogo.

São 29 peças expostas, incluindo material arqueológico indígena, como utensílios em cerâmica, cachimbos e um machado em pedra polida, material paleontológico, como impressões de um peixe fóssil e de uma planta fóssil e fragmentos da carapaça de um mamífero pré-histórico, além de material variado coletado por Romeu Beltrão na busca pela Redução Jesuítica de São Cosme e São Damião. Também está exposto um frasco de medicamento da tradicional Farmácia e Drogaria Fischer, que funcionou de 1865 até 1915 em Santa Maria e projéteis disparados durante a Revolta de 1926, que causou pânico na população local e vitimou 13 pessoas.

Para apresentar o homenageado e contextualizar os objetos expostos com suas pesquisas, são utilizados 19 quadros com fotografias e dados históricos, muitos deles retirados de sua obra de maior renome, o livro Cronologia Histórica de Santa Maria e do Extinto Município de São Martinho – 1787-1930, que teve a sua 3ª edição publicada pela Editora da UFSM em 2013.

A exposição está aberta à visitação do público na sede do museu, na Rua do Acampamento, 81, centro de Santa Maria. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. A entrada é gratuita.


Publicações Recentes