Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Cidades-Sede da UFSM apontam as prioridades para a Extensão em 2020



Com a participação de mais de 1.800 votantes na plataforma de coleta de dados on-line, a Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) divulgou, na última segunda, 16, as prioridades para as ações de extensão desenvolvidas pela UFSM nos quatro campi da Instituição. Na panorama geral da UFSM, a área da Saúde foi a mais votada pelos participantes, registrando 495 votos. Em segundo lugar, ficou a área de Meio Ambiente (446 votos); seguida por Educação (320 votos); Cultura (183 votos); Tecnologia e Produção (150 votos); Direitos Humanos e Justiça (117 votos); Comunicação (97 votos); e Trabalho (90 votos).

As demandas apresentadas pelos votantes e os resultados do Fórum Regional realizado no mês de novembro, juntamente, serão utilizados para o direcionamento dos recursos financeiros do Fundo de Incentivo à Extensão (FIEX). Após a publicação dos dados, os projetos e programas extensionistas que estão alinhados a essas demandas são considerados prioritários para receber o financiamento da Instituição. A expectativa é que o resultado dos projetos contemplados com os recursos seja divulgado em março de 2020, após o processo seletivo interno realizado pelos centros de ensino da UFSM.

Os dados completos —  por linha, eixo e campus —  podem ser acessados no link.

Campus Sede

Na região de Santa Maria, a prioridade apontada pela comunidade foi para programas e projetos voltados à Educação — com 207 votos dos 663 registrados no campus. Além dessa prioridade, as áreas de Saúde (27,60%) e Cultura (21,42%), no segundo e terceiro lugar, respectivamente, também foram apontadas, pela comunidade regional, como eixos importantes para as ações desenvolvidas na sociedade. Além disso, na última edição presencial do Fórum, em novembro, a região havia apontado a necessidade de mais ações voltadas aos estudos de Línguas e Artes, bem como à formação continuada de professores, além de possíveis parcerias com os cursos de tecnologias para o desenvolvimento de ações extensionistas no Tecnoparque de Santa Maria.

Campus Frederico Westphalen

Na região de Frederico Westphalen, os votos foram para programas e projetos voltados ao Meio Ambiente — com 295 votos dos 645 registrados no campus. Além dessa prioridade, as áreas de Saúde e Educação, no segundo e terceiro lugar, respectivamente, também foram apontadas pela comunidade regional como eixos importantes para as ações desenvolvidas na sociedade. Em novembro, durante a edição presencial do Fórum, a região havia apontado a necessidade de mais ações voltadas não só à inserção da UFSM nas escolas públicas de região, como também à gestão de recursos naturais — em especial, à gestão hídrica na Agricultura.

Campus Palmeira das Missões

Em Palmeira das Missões, a prioridade apontada pela comunidade foi para programas e projetos voltados à área de Trabalho, com 26,98% dos votos. Além dessa prioridade, as áreas tanto de Saúde quanto de Tecnologia e Produção, no segundo e terceiro lugar, respectivamente, também foram apontadas pela comunidade regional como eixos importantes para o desenvolvimento de ações. Na última edição presencial do Fórum, em novembro, a região havia apontado a necessidade de mais ações voltadas para a formação de professores da Educação Básica e do Ensino Técnico, bem como parcerias com a Coordenadoria Regional de Educação, que visem à promoção de ações para auxílio no ensino-aprendizagem de matérias básicas — Português e Matemática. Além disso, na ocasião, foi levantada a possibilidade de um acordo entre a UFSM Palmeira das Missões e a cidade de Novo Barreiro, para que ações extensionistas fossem desenvolvidas na cidade, acordo concretizado, no último dia 27 de novembro, pelo Reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann.

Campus Cachoeira do Sul

Em Cachoeira do Sul, a principal demanda apontada pela comunidade foi para programas e projetos voltados à Educação, com 25,63% dos votos. Além dessa prioridade, as áreas de Tecnologia e Produção (22,19%) e de Comunicação (10,94%), no segundo e terceiro lugar, respectivamente, também foram apontadas pela comunidade regional como eixos importantes para as ações desenvolvidas na sociedade. Durante a edição presencial do Fórum, em novembro, a comunidade local havia apontado a necessidade de mais ações voltadas à formação de gestores estaduais da educação e à distribuição do material da Agenda 2030 para as escolas atendidas pela 24ª Coordenadoria de Educação.

Agenda 2030

Com o início da nova década e a 10 anos do prazo da Agenda 2030 — que propõe 17 objetivos para que os países promovam um desenvolvimento científico, econômico e social sustentável —, a Pró-Reitoria de Extensão projeta novidades para o Fórum Regional Permanente de Extensão. A nova plataforma de coleta de dados, que já vem sendo trabalhada pela PRE, permitirá que o usuário eleja um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ao qual a UFSM deve concentrar os seus recursos. Assim, a PRE pretende se alinhar, cada vez mais, à organização mundial que busca a construção de um mundo mais sustentável e humano.

Texto: Wellington Hack/Pró-Reitoria de Extensão
Revisão Textual: Erica Medeiros/Pró-Reitoria de Extensão


Publicações Recentes