Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM é contemplada com 10 novas bolsas de doutorado do CNPq



A Universidade Federal de Santa Maria foi contemplada com 10 novas bolsas de doutorado do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), na modalidade de Apoio à Formação de Doutores em Áreas Estratégicas (Chamada Pública Nº 01/2019). O resultado final foi divulgado pelo CNPq nesta semana. A modalidade permite que o aluno faça parte do seu doutorado em universidades que tenham cursos de excelência – com nota 6 e 7 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – por um período de até um ano.

O professor Thiago Machado Ardenghi, titular da Coordenadoria de Pós-Graduação da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP), explica que, pelo Programa de Formação de Doutores em Áreas Estratégicas, as universidades tinham que selecionar até três PPGs com cursos de doutorado que obtiveram conceito 4 ou 5 na avaliação quadrienal 2017 da Capes para participarem da proposta.

Para participar do edital, a UFSM realizou uma chamada interna, na qual concorreram onze programas de pós-graduação. Com a chamada interna, foi feita uma avaliação com os coordenadores dos PPGs de excelência, e dos 11 concorrentes foram selecionados três: Ciências Odontológicas, Engenharia Química e Biodiversidade Animal, totalizando 10 bolsas, que era o limite da chamada do CNPq.

A partir da seleção interna, a UFSM montou uma proposta institucional com esses três PPGs, submeteu ao CNPq e foi aprovada. De acordo com o Thiago, o passo seguinte será a realização de uma chamada interna dos PPGs aprovados para a seleção dos alunos que receberão as bolsas de doutorado.

Para o coordenador, a aprovação pelo CNPq representa um avanço importante em termos de financiamento a projetos que visam à resolução de problemas sociais em áreas que são estratégicas para o país, além de ser um grande incentivo para o desenvolvimento de propostas em conjunto com centros de excelência em pesquisa no Brasil. Segundo Thiago, a aprovação, em face de tamanha concorrência, reforça o papel de destaque nas pesquisas desenvolvidas na UFSM.


Publicações Recentes