Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM e Ministério da Cidadania apresentam o projeto Progredir Geoparque Quarta Colônia



O Projeto Progredir Geoparque Quarta Colônia foi apresentado na última sexta-feira (6) aos representantes da assistência social dos nove municípios da Quarta Colônia de Imigração Italiana, localizada na região central do Rio Grande do Sul. O evento, realizado no Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica (Cappa), contou com a presença da equipe da Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da UFSM, membros do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável da Quarta Colônia (Condesus) e representantes do Ministério da Cidadania.

Fruto de parceria entre a UFSM, através da PRE, o Ministério da Cidadania e o Condesus, o projeto objetiva capacitar profissionalmente os moradores da região e tem como foco os beneficiários do programa Bolsa Família. De acordo com Gustavo Saldanha, da Secretaria de Inclusão Produtiva do Ministério da Cidadania, a proposta central é estimular o público de baixa renda a participar e frequentar os cursos que serão ofertados pela UFSM nas cidades da região, possibilitando que os jovens na faixa etária entre 18 e 29 anos que não trabalham nem estudam possam adquirir qualificação profissional e se emancipar socialmente.

De acordo com o assessor do ministério da cidadania Beto Fantinel, os recursos projetados para a execução do programa somam aproximadamente R$ 1 milhão, verba concedida pelo ministério à UFSM em dezembro de 2019. Segundo ele, esse investimento tem dois objetivos principais: combater a pobreza, através da qualificação profissional e do acesso ao mercado de trabalho, e potencializar o Projeto Geoparque Quarta Colônia, para que a região seja reconhecida como patrimônio da humanidade pela Unesco – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. “Eu, como ex-aluno da UFSM e natural dessa região, me sinto muito privilegiado por poder acompanhar o desenvolver deste projeto, que vai ser fundamental para o reconhecimento da região”, finaliza Fantinel.

O pró-reitor de Extensão da UFSM, Flavi Ferreira Lisboa Filho, ressalta que a parceria entre a UFSM e o Ministério da Cidadania é fundamental para que o sonho de a região virar um Geoparque reconhecido pela Unesco torne-se realidade. “Hoje a UFSM, com apoio do Condesus, atua com o Projeto Geoparques na Quarta Colônia, e o Ministério da Cidadania traz um aporte considerável de recursos para que consigamos avançar no projeto e no ano que vem concorrer à candidatura de Geoparque da Unesco”, destaca Flavi.

O lançamento oficial do projeto Progredir Quarta Colônia e o início das atividades estão previstos para o mês de março deste ano.

Com informações do Núcleo de Divulgação Institucional da PRE


Publicações Recentes