Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM integra projeto voltado ao controle da obesidade em Palmeira das Missões



Desde o mês de janeiro, três nutricionistas formadas na UFSM campus Palmeira das Missões realizam visitas nos domicílios do município para entrevistar residentes na faixa etária de 20 a 59 anos. A ação faz parte de uma pesquisa para verificar os fatores associados ao excesso de peso da população.

As nutricionistas Daniela Paini, Larissa Santos Pereira e Taane Agüirre pretendem fazer a coleta de dados de aproximadamente 700 domicílios do município, que serão sorteados proporcionalmente à população pertencente ao território das 9 Estratégias de Saúde da Família (ESF) localizadas na zona urbana.

A atividade faz parte da pesquisa “Conhecimento sobre alimentação saudável e adequação às recomendações alimentares e nutricionais brasileiras: indissociabilidade entre a pesquisa epidemiológica, ensino e extensão na atenção nutricional no âmbito do SUS”, que integra o estudo nacional “Enfrentamento e Controle da Obesidade no Âmbito do SUS”, realizado em 22 estados do país, com financiamento do Ministério da Saúde e do CNPq.

No Rio Grande do Sul, a pesquisa será realizada em 110 municípios, sob a coordenação da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel), em colaboração com a UFSM campus Palmeira das Missões, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Universidade de Passo Fundo (UPF), Prefeitura de Pelotas e Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul.

Em Palmeira das Missões, as professoras Greisse Viero da Silva Leal e Adriane Cervi Blümke, do curso de Nutrição da UFSM, são as responsáveis pelo estudo. De acordo com as docentes, o grupo pretende fazer o diagnóstico com gestores e profissionais de saúde em relação à atenção nutricional, avaliando seu conhecimento sobre alimentação adequada e saudável tendo como base as recomendações alimentares e nutricionais oficiais brasileiras. Além disso, serão realizadas oficinas com os gestores e profissionais de saúde representantes de todos os 26 municípios da 15ª Coordenadoria Regional de Saúde, a fim de capacitá-los para o enfrentamento da obesidade no âmbito da atenção primária.

Segundo Greisse, o objetivo da pesquisa é descobrir quais são os fatores associados ao excesso de peso no município, a fim de propor estratégias para o controle e a prevenção da obesidade nas unidades de saúde. Por isso, a participação da comunidade é fundamental. “Contamos com a colaboração de todos aqueles que receberem a visita das nossas entrevistadoras em suas casas, pois suas respostas ao questionário proporcionarão os resultados necessários para identificar o que precisa ser mudado em relação ao atendimento pelas equipes de saúde, a fim de reduzir o excesso de peso e as doenças associadas, como diabetes, pressão alta e doenças do coração”, afirma.

Mais informações sobre a pesquisa no link

Texto: Assessoria de Comunicação da UFSM-PM


Publicações Recentes