Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM coordena serviço de acolhimento a vítimas de violência contra a mulher durante a quarentena



O isolamento social se apresenta como uma das principais medidas para a contenção do número de casos do novo coronavírus. Porém a adoção do distanciamento tem potencializado o aumento da violência doméstica contra as mulheres. Em busca de promover um espaço de escuta, acolhimento e orientação para as mulheres em situações de violência, a UFSM apresenta o serviço de teleatendimento “Disque Covid UFSM – Acolhe Mulheres”, vinculado ao Observatório de Direitos Humanos da UFSM.

O projeto foi idealizado dentro do Projeto de Extensão Fórum de Enfrentamento à Violência Contra Mulheres de Santa Maria, como uma das ações da campanha Vidas de Mulheres Importam: Santa Maria 50 –50/uma campanha por igualdade.

Laura Ferreira Cortes, professora do Colégio Politécnico da UFSM e colaboradora no Departamento de Saúde Coletiva do CCS, é coordenadora do Fórum e também uma das idealizadoras da proposta do “Disque Covid-19 Acolhe Mulher”. Ela comenta sobre como se deu a idealização do projeto: “dentro da última reunião do Fórum, pensamos na possibilidade de ofertar um serviço para as mulheres, considerando o isolamento social e a dificuldade de saírem para procurar ajuda diante dos casos de violência”, comenta.

Além da professora e do Fórum, apoiam a iniciativa o Diário de Santa Maria, a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, a Ordem dos Advogados do Brasil, a Defensoria Pública, a Brigada Militar, a Delegacia de Proteção ao Idoso e Combate à Intolerância, a Prefeitura Municipal de Santa Maria, o Observatório de Direitos Humanos da Pró-Reitoria de Extensão (ODH/PRE), a Pró-Reitoria de Infra-estrutura (Proinfra), o Centro de Processamento de Dados (CPD), o Colégio Politécnico, a Residência Multiprofissional Integrada em Saúde, a Pós-Graduação e Especialização em Estudos de Gênero, o Departamento de Saúde Coletiva do Centro de Ciências da Saúde (CCS) e o Grupo de Pesquisa Cuidado à Saúde das Pessoas, Famílias e Sociedade da UFSM.

Por meio de linhas telefônicas da UFSM, as ligações serão atendidas por profissionais  voluntárias — todas mulheres — e por duas professoras assistentes sociais, também da UFSM (do Colégio Politécnico e do Departamento de Serviço Social). Psicólogas, enfermeiras, advogadas e assistentes sociais, também residentes da Residência Multiprofissional Integrada em Saúde, farão a escuta, o acolhimento e darão orientações para as mulheres. O serviço atende o município de Santa Maria, tem caráter emergencial e funcionará durante o período de isolamento por Covid-19, inicialmente nos meses de maio a junho de 2020.

O atendimento, que inicia no próximo dia 5, funcionará todos os dias da semana, das 8h às 12h e das 18h às 22h. Os turnos foram organizados em função de a demanda de ocorrências de violência contra as mulheres ser maior no período noturno. Os telefones para o atendimento são (55) 3220-8440 e (55) 99974-1090.

Texto: Rubens Guilherme Santos, da Pró-Reitoria de Extensão


Publicações Recentes