Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Primeiro dia da Jornada Multidisciplinar sobre o Enfrentamento da Covid-19 apresenta dados e debate educação no contexto de pandemia



O primeiro dia da 1ª Jornada Multidisciplinar Online sobre o Enfrentamento da Covid-19 contextualizou os dados da contaminação em Santa Maria, no Rio Grande do Sul e no Brasil, e debateu sobre como se dá a educação nesse contexto. Exibido no Farol UFSM, por conta do alto número de inscritos, o evento contou com webespectadores de diferentes universidades do Brasil. As palestras foram mediadas pela professora Daise Vargas. Ao final das duas exposições, foram respondidas perguntas feitas pelos espectadores do Farol.

A primeira palestra, “Panorama do Brasil, Rio Grande do Sul e Santa Maria e o que os dados e as questões de enfrentamento representam”, foi apresentada pelos professores Luis Felipe Dias Lopes (CCSH), Beatriz Unfer (CCS), Angela Isabel dos Santos Dullius (CCNE) e Carlos Heitor Cunha Moreira (CCS).

Os professores Carlos Heitor Moreira e Luiz Felipe Lopes apresentaram o Observatório de Informações em Saúde, criado pela UFSM. O observatório tem um simulador, conforme mostrado por Carlos, que é capaz de simular o número de mortos e infectados a partir da população da cidade e taxa de transmissão informadas. Por sua vez, Luiz Felipe apresentou o crescimento dos números em Santa Maria, no Rio Grande do Sul e no Brasil a partir do observatório.

Após a exibição dos professores, Beatriz Unfer propôs uma reflexão sobre o valor social que o Observatório de Informações em Saúde tem. Ela ressaltou o quanto esses dados contribuem para o poder público definir normativas, regras de isolamento, e para mostrar o rumo que cada escolha gera. A pesquisadora destacou o papel que se tem de gerar informação e conhecimento. Por fim, pediu por mais conscientização.

A professora Angela Isabel Dullius foi no mesmo sentido: pediu cuidado para com o outro, resiliência e espírito coletivo. Ainda destacou a importância do isolamento e do uso de máscaras.

A segunda palestra, exposta pelos professores Carlos da Fonseca Pires (CCNE) e Maristela da Silva Souza (CEFD), discutiu a educação no contexto pandêmico. Inicialmente, Maristela contextualizou a importância da educação para o trabalho, que tem sido debatido no conflito entre vida e economia, segundo ela. Destacou também a relação da classe social com o processo de educação e que, durante uma pandemia, a desigualdade fica maior.

O professor Carlos seguiu a discussão sobre desigualdade e questionou se é viável, do ponto de vista estrutural, o retorno das aulas no momento, considerando-se a precariedade de algumas escolas públicas.

A 1ª Jornada Multidisciplinar Online sobre o Enfrentamento da Covid-19 se encerrará na sexta-feira (19), sempre com duas palestras diárias, das 17h às 19h. Confira a programação completa. O evento é organizado pelo Grupo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Bioestatística (GEPEBio) e Grupo de Pesquisa em Comportamento Inovador, Estresse e Trabalho (GPCET), com apoio da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa.

Texto: Juan Grings, acadêmico de Jornalismo, bolsista da Agência de Notícias da UFSM
Edição: Ricardo Bonfanti, jornalista da Agência de Notícias da UFSM


Publicações Recentes