Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Estudante de Pedagogia da UFSM participa de curso na área de educação imersiva com docentes e alunos chilenos



Uma estudante do curso de Pedagogia do Centro de Educação (CE) da UFSM foi selecionada para participar, neste mês de setembro, do curso “Integração de tecnologias imersivas na educação: mecanismos de aprendizagem e práticas  educacionais efetivas a partir da formação de professores”. A atividade é coordenada por professores da Universidade
Católica da Santíssima Concepção e da Universidade do Chile.

O curso, em formato online, inicia nesta quinta-feira (10), quando a estudante Mariana Borges Leme começa a acompanhar as atividades, a serem desenvolvidas em seis encontros semanais. O objetivo desta formação é fortalecer o desempenho
profissional dos estudantes em formação inicial por meio da integração tridimensional de tecnologias imersivas na simulação de práticas pedagógicas e nos processos de ensino-aprendizagem em ambientes escolares reais.

As atividades pedagógicas serão desenvolvidas em ambientes virtuais, com a utilização de tecnologias como videogames educacionais e realidade aumentada. As atividades incluem a troca de experiências entre estudantes na formação inicial das universidades chilenas e de Pedagogia de universidades estrangeiras. No Brasil, estão participando desta formação estudantes da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), da Universidade Regional do Cariri (Urca) e da UFSM. 

Na UFSM, essa parceria é fruto de um projeto que tem como responsável o professor Marcelo Vieira Pustilnik, do Departamento de Fundamentos da Educação. Ele explica que os pré-requisitos da seleção para os discentes participarem da formação foram estar matriculado no curso de Pedagogia e ter domínio do espanhol.

Segundo Marcelo, a parceria da UFSM com a Universidade do Chile, por meio da professora Sandra Meza, se dá desde 2016. “Temos trabalhado em diversas frentes, com projetos em outras para o futuro”, afirma.


Publicações Recentes