Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Livro sobre arroz é publicado pela UFSM em três línguas e distribuído na América Latina



Produção foi totalmente custeada por parceiros e pela iniciativa privada

Em um esforço de colaboração multiinstitucional e multinacional, capitaneado pela equipe FieldCrops da UFSM e reunindo uma dezena de universidades e institutos de pesquisa públicos de renome internacional, o livro “Ecofisiologia do Arroz Visando Altas Produtividades” está disponível em português, espanhol e inglês. O livro traz, em 312 páginas divididas em 11 capítulos, informações de mais de 20 anos de pesquisa aplicada e prática em uma linguagem acessível, sendo útil para produtores de arroz e técnicos.

Segundo o professor do Centro de Ciências Rurais (CCR) da UFSM Alencar Zanon, o livro “é a reunião do estado da arte do conhecimento quando pensamos em ecofisiologia visando altas produtividades, entender os sistemas de produção e delinear os passos para se ter uma lavoura de sucesso”. Para o também professor do CCR Nereu Streck, “para alcançar altas produtividades e rentabilidade na cultura do arroz, conhecer a ecofisiologia das cultivares atualmente semeadas, o sistema de produção e as particularidades de cada área de produção será o divisor de águas entre uma lavoura de sucesso e uma colheita insatisfatória”.

Nesse sentido, buscou-se, através da cooperação e união de universidades e instituições públicas de pesquisa e extensão rural do Brasil, Argentina, Uruguai, Colômbia e Estados Unidos, resumir de forma clara os conceitos e práticas da ecofisiologia e manejo do arroz, aliadas à agricultura digital 4.0.

Os dados que validam as informações são oriundos de experimentos on farm (na fazenda) que permitem à Equipe FieldCrops, em parceria com as demais instituições que contribuíram na construção do livro – Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga); Universidade Federal de Pelotas (UFPel); Universidade Federal do Pampa (Unipampa); Embrapa – Clima Temperado e Arroz e Feijão; Universidade Nacional de Entre Ríos (Uner), da Argentina; Instituto Nacional de Investigação Agropecuária (Inia), do Uruguai; e o Fondo Latinoamericano para Arroz de Riego (Flar), da Colômbia – ter um grande banco de informações e, de forma moderna, fazer as análises, garantindo elementos precisos e aplicáveis, que irão auxiliar produtores, técnicos e extensionistas no dia a dia.

O livro foi totalmente custeado por parceiros e pela iniciativa privada e já está sendo distribuído gratuitamente para universidades, institutos parceiros e produtores de arroz de toda a América Latina. A versão do livro em português está disponível para compra na Livraria da UFSM.


Publicações Recentes