Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Ciências da Religião forma sua primeira turma de EaD na UFSM nesta sexta (15)



Acontece na noite desta sexta-feira (15), às 19h, a formatura da 1ª turma de licenciatura do curso de Ciências da Religião da UFSM, em convênio com a Universidade Aberta do Brasil (UAB). Ao todo, serão 44 profissionais formados no curso. A cerimônia poderá ser acompanhada pelo YouTube.

O curso foi aprovado para ser gerido entre os anos de 2017 a 2020 nos polos de Quaraí, São João do Polêsine, Cacequi, São Francisco de Paula e Constantina. Trata-se da primeira experiência de uma graduação em Ciências da Religião na UFSM e também em universidades públicas federais do sul do país.

O curso está vinculado ao Departamento de Fundamentos da Educação do Centro de Educação da UFSM. É uma experiência gestada a partir do projeto de pesquisa desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UFSM sob o título “Catástrofe, Trauma e Resistência: a Experiência Estética na Formação de Professores”, aprovado no Edital Universal do CNPq, de 2013 a 2016.

O projeto teve origem a partir do acontecimento da boate Kiss, com o intuito de levantar a autoestima da cidade e da própria Universidade, abalada pela tragédia. O projeto escutou o depoimento de alunos e professores de escolas e, ainda, entrevistou autoridades ou mesmo pessoas leigas que vivenciaram de perto a tragédia da boate Kiss e que atuaram no socorro às vítimas.

Entrevistou também professores que tiveram perdas de alunos em suas turmas na Universidade, para saber o que modificou, depois do ocorrido, em seu cotidiano pedagógico. Os resultados das entrevistas trouxeram à tona a importância da religião na vida das pessoas, no sentido da busca de uma explicação e forma de resiliência para interpretar e dar um sentido ao sucedido. Como forma de tornar a discussão do tema da religião mais presente no dia a dia da Universidade, os coordenadores do projeto trabalharam no sentido de oferecer um curso nessa área para formar professores de Ensino Religioso.

O profissional habilitado na área poderá atuar também na assessoria a movimentos sociais, empresas, comunidades de base, igrejas e partidos políticos, entre outras instituições, fomentando o cultivo da espiritualidade com vistas à elaboração das adversidades com valores como respeito, tolerância, reconhecimento e inclusão do outro.

O Ensino Religioso é uma das cinco áreas definidas como prioritárias pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e carece de profissionais licenciados na área de Ciências da Religião. O Ensino Religioso busca contribuir para o reconhecimento e respeito às diferentes expressões religiosas provindas das diversidades culturais dos povos, possibilitando diferentes leituras sobre o mesmo fenômeno religioso.


Publicações Recentes