Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

UFSM Solidária: Conheça a campanha permanente de arrecadação de alimentos e agasalhos da Universidade

Arrecadação ocorre todas as terças-feiras, das 8h às 12h, na PoliFeira do Agricultor



A Universidade Federal de Santa Maria retoma a campanha solidária que visa arrecadar e doar alimentos e agasalhos para instituições parceiras do Observatório dos Direitos Humanos da Universidade e para o Banco de Alimentos de Santa Maria. A arrecadação ocorre todas as terças-feiras, das 8h às 12h, na PoliFeira do Agricultor, localizada na Avenida Roraima. São aceitos calçados, agasalhos de qualquer tamanho, cobertores e alimentos. É possível também comprar frutas, legumes, ovos e panificados na PoliFeira para doar na hora.

Voluntários interessados em trabalhar no recebimento e distribuição das doações podem se cadastrar junto à Pró-Reitoria de Extensão pelo e-mail comunicacao.pre@ufsm.br.

Nesta segunda semana de junho de 2021, a organização beneficiada pelas doações de agasalhos é o projeto UFSM nas Ruas, que trabalha com a população em situação de rua em Santa Maria. Coordenado pela professora adjunta do Departamento de Terapia Ocupacional Amara Battistel e co-orientado pelo também docente Francisco Nilton Oliveira, o UFSM nas Ruas visa estimular a cidadania ativa, as relações de convivência, oficinas terapêuticas aos indivíduos, processo de acolhimento e sensibilização procurando desencadear e adequar atividades promotoras de troca de saberes às pessoas em situação de rua em Santa Maria-RS.

Já os alimentos serão encaminhados para o Banco de Alimentos de Santa Maria, instituição participante da Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul. Os alimentos coletados serão encaminhados para a central de armazenamento do Banco, onde nutricionistas analisarão e determinarão quais os tipos de alimentos necessários para as instituições, conforme as quantidades e valores nutricionais ideais para suprir suas necessidades do local. Posteriormente, ocorre a distribuição qualificada dos alimentos, que são entregues gratuitamente às instituições assistenciais previamente cadastradas no Banco de Gestão e Sustentabilidade.

Essas instituições podem ser creches, escolas, asilos, lares excepcionais, associações de bairros, entre outras. Além das doações, elas também recebem treinamento sobre segurança alimentar, higiene, e aproveitamento adequado dos alimentos.

Texto: Caroline Siqueira | Bolsista de Jornalismo no UMA

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes