Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Polifeira do Agricultor marca presença na 27ª Feicoop

Projeto de criação de galinhas fora de gaiolas também esteve no estande do Colégio Politécnico



Estande do Colégio Politécnico na 27ª Feicoop

A Polifeira do Agricultor participou, no último final de semana, da 27ª edição da Feira Internacional de Economia Solidária e Cooperativismo (Feicoop), realizada de 3 a 10 de outubro em Santa Maria pelo Projeto Esperança/Cooesperança. Para o evento, a feira preparou um estande dedicado ao projeto Produção de Ovos Coloniais na Região Central, responsável pela criação de galinhas fora de gaiolas.

No estande da Polifeira, a bolsista Bruna Grellmann apresentou o histórico do projeto e seus principais objetivos, apoiada pelo coordenador Gustavo Pinto e pelo produtor Luiz Adolfo Bier. Além da divulgação e venda dos produtos, foi exibido um minidocumentário com vídeos das criações de galinhas do projeto, com cenas gravadas nas propriedades participantes. Por fim, fôlderes especiais foram produzidos, com informações sobre os ovos, suas características e diferenças em relação aos produzidos de forma convencional.

Sobre a participação no evento, Gustavo Pinto comenta: “Nós, enquanto Polifeira do Agricultor e projeto dos ovos, temos, de certo modo, uma obrigação de estar presente em eventos desse tipo, especialmente em Santa Maria, na medida em que buscamos modificar práticas que já são convencionais. Sobre o resultado: nós levamos o nome do projeto, divulgamos e nos somamos àquilo que dá pra se dizer que é um movimento em torno de um novo tipo de alimentação e sociedade”.

A Feicoop é um evento anual, que geralmente ocorre no mês de julho. A 27ª edição se iniciou de forma online no dia 3, tendo apenas os seus últimos três dias com ações presenciais, realizadas no Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter. Devido à pandemia, o local teve circulação de consumidores limitada, além de disponibilizar álcool em gel, exigir o uso de máscara e apresentação da carteira de vacinação de todos os expositores.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Colégio Politécnico

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes