Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Projeto da UFSM voltado ao aperfeiçoamento do sistema de saúde da população rural é aprovado em edital do CNPq

Núcleo de Estudo e Pesquisa em Saúde Coletiva é o responsável pelo projeto



O resultado final da Chamada CNPq/Decit/SCTIE/MS Nº 16/2021, para estudos de revisões sistemáticas, revisões de escopo e sínteses de evidências para políticas, com foco nas áreas de atenção domiciliar, saúde do adolescente e inquéritos de saúde, contemplou o Núcleo de Estudo e Pesquisa em Saúde Coletiva (Nepesc) da UFSM Campus Palmeira das Missões, com o projeto intitulado “Metodologias de inquéritos populacionais referentes a epidemiologia das violências no cenário rural: revisão de escopo”.

O projeto conta com a parceria interinstitucional entre os seguintes grupos de pesquisas: Núcleo de estudo e pesquisa em Saúde Coletiva (Nepesc/UFSM – Grupo executor); Grupo de Pesquisa Cuidado a Saúde das Pessoas, Famílias e Sociedade (Pefas/UFSM); Grupo de Estudos sobre Tecnologias e Práticas do Cuidado em Enfermagem e Saúde (Getecs/Udesc); Grupo de Estudos da Saúde da Mulher e do Bebê (Gembe/UFRGS).

Segundo a docente Marta Cocco da Costa, coordenadora do projeto, o objetivo é mapear as metodologias de inquéritos populacionais referentes à epidemiologia das violências no cenário rural e variáveis de caracterização demográfica. “O desenvolvimento desta revisão responde a demandas da Agenda 2030 (plano de ação global) para o desenvolvimento sustentável, que reconhece a necessidade de eliminação de todas as formas de violência nas esferas públicas e privadas. Além disso, o projeto supre uma demanda de estudos propostos, pois ao realizar busca no JBI Database of Systematic Reviews and Implementation Reports (jornal online referenciado que publica protocolos de revisão sistemática e revisões sistemáticas de pesquisas em saúde) não foram encontradas revisões de escopo finalizadas ou em andamento com o mesmo objeto de estudo”, afirma.

De acordo com a professora, o objetivo do projeto é contribuir na produção de conhecimento, visando promover o aperfeiçoamento do sistema de saúde, no planejamento de políticas públicas voltadas às diversas formas de violências vivenciadas pela população rural. “Desta forma, busca-se um aprimoramento no cuidado e na consolidação de um Sistema Único de Saúde inclusivo, acolhedor e resolutivo à população rural”, explica a pesquisadora.

A coordenadora ainda destaca que foram submetidos 185 projetos, e aprovados 18 a nível nacional. Este foi o único projeto da UFSM contemplado pelo edital.

Texto: Assessoria de Comunicação da UFSM-PM

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-1-57453

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes