Ir para o conteúdo Artes Visuais Ir para o menu Artes Visuais Ir para a busca no site Artes Visuais Ir para o rodapé Artes Visuais
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

ARICO

ARTE, ILUSTRAÇÃO E COGNIÇÃO: ESTRATÉGIAS DO DESENHO E DA ILUSTRAÇÃO CIENTIFICA NA COMUNICAÇÃO DE CONTEÚDOS CIENTÍFICOS.

 

A visualização científica torna-se, crescentemente, uma ferramenta importante não só para os cientistas e pesquisadores, como também para os professores e alunos em praticamente todas as disciplinas e níveis escolares. As formas de expressão e as técnicas artísticas tradicionais (desenho a nanquim, a lápis, grafite, aquarela, pintura a guache etc.) e a tecnologia (como os softwares de animação, o desenho assistido por computador e os programas de digitalização) têm potencial e podem gerar uma nova forma de comunicação ao dispor das comunidades que ensinam e que aprendem. Sendo a Ilustração Científica (IL) uma área que pretende claramente a representação, a análise, a compreensão, a interpretação, a projeção ou a transmissão de informação de carácter científico, parece bastante viável que esta, com todas as suas características visuais e estruturais, potencialmente associadas a um suporte tecnológico, como a infografia e multimídia, tendem a facilitar a comunicação e a aquisição de conhecimentos concretos num vasto campo disciplinar. Partindo da ilustração científica e do multimídia enquanto disciplinas auxiliares artísticas, procurar-se-á integrá-las em uma visão de uma educação dedicada a expandir o desenvolvimento cognitivo a partir do contato do aprendente com novas estratégia visuais de representação do conhecimento. Continuando o interesse cientifico do proponente deste projeto, que já vem desde 2007 (conferir referências BARRETO, 2007; CHARRÉÙ & BARRETO, 2007) constata-se que quer a ilustração científica, quer a multimídia, permitem reconstruir e recriar seres vivos, organismos e, simultaneamente, criar ambientes atuais ou passados, bastante úteis na compreensão, interpretação e análise dos vários conteúdos programáticos lecionados atualmente em várias disciplinas pertencentes às ciências naturais, biológicas e outras, ao nível dos ensinos fundamental, médio e superior. Assim, será também possível mostrar como a atividade educativa nas artes visuais pode permitir o desenvolvimento geral da aprendizagem, o aprofundamento das capacidades cognitivas através dos esforços dos indivíduos para criar, compreender e interpretar os trabalhos artísticos de natureza visual.

 

Coordenador

Prof. Dr. Leonardo Charreu

Participantes



Sede

Sala


Contato: leonardo.charreu@gmail.com

 

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.