Ir para o conteúdo Engenharia de Computação Ir para o menu Engenharia de Computação Ir para a busca no site Engenharia de Computação Ir para o rodapé Engenharia de Computação
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Alunos de Engenharia da Computação recebem prêmio de empresa alemã



Alunos de Engenharia da Computação recebem prêmio de empresa alemã

Um sistema inteligente de Coleta de Resíduos. Esse é o SysClean, iniciativa de três acadêmicos do 10º semestre de Engenharia da Computação premiado no Berlin Startup Calling 2016.

O modelo de coleta de lixo otimizado foi criado pelos estudantes Fabricio Bottega, Josias Marcos Orlando e Matheus Dal Mago. O projeto surgiu durante um brainstorming, realizado há aproximadamente um ano, na busca por uma ideia para participação no Telit Cup Brasil, competição de inovação e tecnologia com finalidade de ajudar projetos de melhoria na qualidade de vida urbana.

O SysClean é um sistema que monitora o nível de resíduos contido em contêineres de lixo. O produto mede o nível em cada um dos contêineres e envia esses dados a uma central de processamento. Além disso, cada contêiner tem sua localização cadastrada, e a partir desses dados, é traçada uma rota de coleta otimizada que inclui somente os contêineres que necessitam ser coletados. Dessa forma, o objetivo é evitar a circulação desnecessária de caminhões para coletar contêineres vazios. Com isso, a iniciativa altera o atual sistema periódico e sem nenhum controle, para um onde é possível ter um processo de coleta com logística aprimorada.

Com o projeto SysClean os acadêmicos conquistaram o terceiro lugar na competição internacional Berlin Startup Calling 2016, concurso promovido pela Visual Meta para premiar projetos inovadores na área da tecnologia, e receberam como premiação 1750 euros. “Não esperávamos ter um resultado tão bom como foi esse terceiro lugar. Para nós, foi imensamente satisfatório obter um resultado desse nível. Isso nos fortalece para dar seguimento com o projeto, para que um dia o SysClean agregue seus benefícios na vida das pessoas”, afirmou Josias.

Os estudantes ainda têm desafios, como otimizar os protótipos para versão comercial, desenvolver parcerias com órgãos públicos e privados e, ainda, arrecadar fundos para o desenvolvimento e crescimento da empresa Solve Iot Solutions, criada por eles e que tem o objetivo de resolver problemas do dia-a-dia utilizando tecnologia e inovação, localizada na Incubadora Tecnológica de Santa Maria.


Publicações Recentes