Ir para o conteúdo Jornalismo Ir para o menu Jornalismo Ir para a busca no site Jornalismo Ir para o rodapé Jornalismo
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Perfil Profissional

O concluinte do Curso de Comunicação Social – Jornalismo deve estar apto ao desempenho profissional de jornalista, com formação acadêmica generalista, humanista, crítica, ética e reflexiva. Deve ser capaz de atuar como produtor intelectual e agente da cidadania, respondendo à complexidade e ao pluralismo característicos da sociedade e da cultura contemporâneas. Deve possuir os fundamentos teóricos e técnicos especializados no campo jornalístico. Deve ter clareza e segurança para o exercício de sua função social específica, com identidade profissional singular e diferenciada em relação ao campo maior da Comunicação Social.

O perfil do egresso em Comunicação Social – Jornalismo se caracteriza: a) pela produção de conhecimentos voltados para seleções de acontecimentos factuais sobre a atualidade, bem como pela estruturação e disponibilização de informações que atendam a necessidades e interesses sociais no que se refere ao conhecimento dos fatos, das circunstâncias e dos contextos sociais; b) pelo exercício da apuração, interpretação, registro e divulgação dos fatos sociais; c) pelo exercício da tradução social dos fenômenos contemporâneos e disseminação de conhecimento sobre a atualidade de modo a qualificar o senso comum; d) pelo trabalho em veículos de comunicação e instituições que incluam atividades caracterizadas como de imprensa e de informação jornalística, de interesse geral ou setorial, e de divulgação de informações; e) pelo exercício de relações entre as funções típicas de jornalismo e as demais funções profissionais ou empresariais existentes na área da Comunicação, e ainda com outras áreas sociais, culturais e econômicas com as quais o jornalismo faz interface; f) pelo exercício de todas as demais atividades que, no estado vigente da profissão, sejam reconhecidas pelo bom senso, pelas entidades representativas ou pela legislação pertinente, como características do jornalista.

Também fazem parte do perfil do formando de Comunicação Social – Jornalismo as capacidades de: a) compreender o jornalismo como produção de informação e conhecimento para a cidadania; b) informar, interpretar, opinar, explicar, contextualizar, traduzir, selecionar, hierarquizar e organizar os fatos para relatar o real e instrumentalizar o cidadão a entender seu contexto sócio-político e econômico; c) constituir-se como um mediador de sentidos que dê vazão às múltiplas visões de mundo; d) apurar informações em diferentes áreas do conhecimento e redigi-las com domínio do idioma; e) conduzir entrevistas que se configurem num processo dialógico de comunicação; f) objetivar não a simples notícia do fato, mas a compreensão do jornalismo como construtor de realidades; g) manter curiosidade intelectual e autocrítica permanente; h) adequar o texto jornalístico a públicos amplos e específicos, percebendo as nuances que configuram as diversas linguagens, de acordo com a realidade de cada camada da população; i) dominar a linguagem jornalística para as diferentes mídias e segmentos sociais; j) ser capaz de elaborar críticas à mídia e de propor alternativas inovadoras; k) compreender os mecanismos envolvidos no processo de recepção das mensagens e seu impacto sobre os diversos setores da sociedade, aperfeiçoando o trabalho de edição de informações jornalísticas; l) ser exigente na busca da verdade, com postura ética e compromisso com a cidadania.