Ir para o conteúdo Produção Editorial Ir para o menu Produção Editorial Ir para a busca no site Produção Editorial Ir para o rodapé Produção Editorial
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Estudantes de Produção Editorial são premiados no Expocom 2020

Três trabalhos realizados por estudantes do curso de Comunicação Social – Produção Editorial foram premiados no Expocom 2020.



Três trabalhos realizados por estudantes do curso de Comunicação Social – Produção Editorial foram premiados no Expocom 2020. O prêmio é destinado aos melhores trabalhos experimentais produzidos por estudantes no campo da Comunicação no Brasil. A premiação, organizada pela Intercom (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação), é considerada a principal mostra de trabalhos de graduação da área no país. Em virtude da pandemia de Covid-19, os eventos Encontro Inter-Regiões Intercom e o 43º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação ocorreram de forma virtual.

“Brasileiríssimo: a videodança como divulgação da revista O QI na web” conquistou dois prêmios na categoria Produção Audiovisual para Mídias Digitais: o Expocom Sul (Encontro Inter-Regiões Intercom) e o Expocom Nacional (43º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação). O audiovisual foi criado por Marcos Amaral de Oliveira, Júlia Gomes Fagundes dos Santos, Camila Alves Veloso dos Santos, Isabela Balduino Gonçalves e José Marcos Graciano Marin Jr, sob orientação da professora Cláudia Regina Ziliotto Bomfá na disciplina de Projeto Experimental em Revistas Científicas, na qual é produzida a Revista O QI.

Segundo os estudantes, “Brasileiríssimo”, se configura como uma videodança. O vídeo tinha como objetivo remeter à brasilidade como nós, equipe da Revista O QI, a compreendemos: harmônica e plural. Desde a concepção do trabalho, tínhamos o entendimento de que o tema brasilidade oferecia um grande potencial simbólico, que pretendíamos explorar no audiovisual. Desse modo, toda a visualidade do projeto, desde a paleta de cores (tons pastéis e terrosos), as locações (antiga Usina de Laticínios e bosque, ambos da UFSM) e até a escolha dos dançarinos (discentes e egressos do curso de Dança – Bacharelado da UFSM), foi pensada tendo em vista esses sentidos e conceitos almejados pela equipe. Por se tratar de um vídeo que divulgaria a nova edição da revista, incorporamos elementos chave do projeto gráfico na direção de arte, criando um vínculo narrativo e visual entre os dois produtos.”

A aluna Júlia relembra o momento da premiação: “Ao ver o nome do nosso projeto sendo anunciado na live de premiação do Expocom 2020, ficamos muito felizes e emocionados. É gratificante saber que nossos trabalhos estão sendo reconhecidos em eventos importantes da área de Comunicação Social. Além disso, acreditamos que o conhecimento não deve ser restrito à universidade. Dessa forma, ao ganharmos um prêmio em um congresso de nível nacional, esperamos que mais pessoas assistam Brasileiríssimo e possam se inspirar e refletir.”

 

 

A “Revista Sintonia”, premiada na categoria Revista Customizada no Expocom Sul (Encontro Inter-Regiões Intercom), foi produzida por Linda Messias Guzman, José Luiz Ribeiro dos Santos, Otávio de Oliveira Vieira, Renata Santos Costa e Wesley Soares. O trabalho foi desenvolvido na disciplina de Planejamento e Produção Gráfica, sob a orientação da professora Sandra Depexe em caráter interdisciplinar a Produção Editorial para Revistas, ministrada pela professora Liliane Brignol com a participação da mestranda Maritcheli Vieira do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFSM em docência orientada.

Os discentes relatam que “A revista foi criada para sintonizar música, entretenimento e cultura, por isso o nome Sintonia, relacionando a música com outros valores de relevância sócio-cultural, além de se conectar com seus leitores. Ela é um objeto de reflexão, identificação e afeto, com um público jovem de 16 a 30 anos, brasileiro e apreciador de música. Com um visual dinâmico e intenso, a revista busca promover um pensamento mais elaborado com relação ao tema, com discussões de um viés social, cultural e pessoal. Vê a música como algo além de um produto da indústria, mas sim uma manifestação artística, sócio-cultural e humana. A Sintonia se apresenta como um espaço de reflexão e discussão acerca dos significados e impactos da música no mundo, principalmente no que diz respeito aos jovens.”

Sobre a premiação, a aluna Linda conta: “Nesse ano tudo foi de forma remota, mas estávamos conectados sentimentalmente. O nervosismo e a ansiedade se fizeram presentes durante o anúncio dos vencedores. Estávamos em contato através do nosso grupo no Whatsapp. Quando vimos o nome do projeto na telinha no YouTube, só uma palavra para definir o momento: SURTO! Ficamos muito felizes! Quando fizemos a submissão do trabalho não imaginamos que venceríamos o Expocom Sul, principalmente com tantos outros trabalhos incríveis. Foi a primeira vez que enviamos um trabalho ao Expocom e a primeira que enviamos para algum evento, portanto essa vitória foi muito gratificante!

Revista Sintonia
Revista Sintonia

O terceiro trabalho premiado, “Vórtice: a criação de uma websérie de suspense da UFSM”, também conquistou dois prêmios na categoria Ficção em vídeo: o Expocom Sul (Encontro Inter-Regiões Intercom) e o Expocom Nacional (43º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação). O audiovisual foi criado pelos irmãos Pedro Amaral de Oliveira (do curso de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda) e Marcos Amaral de Oliveira, com orientação do professor Leandro Stevens, como Trabalho de Conclusão de Curso na modalidade Projeto Experimental. O desenvolvimento do TCC também contou com a orientação da professora Aline Dalmolin e da TAE Manuela Motta.

A dupla relata que “A proposta do nosso TCC era a de experimentar o formato das webséries na construção de uma narrativa de suspense e ficção científica que se apropriasse de elementos institucionais da UFSM. Nossa ideia sempre foi construir algo que fosse divertido de fazer e assistir justamente por aproximar esses dois universos! Nos interessamos por audiovisual desde antes de ingressar na universidade, mas foi dentro da instituição que experienciamos algumas das melhores experiências na área.”

Marcos, que também participou da equipe de Brasileiríssimo, comenta sobre a premiação: “Foi gratificante termos sido anunciados como vencedores da categoria, porque no Expocom os trabalhos são avaliados por colegas de fora da universidade! Pra nós sempre foi muito importante fazer com que a Vórtice funcionasse mesmo pra quem é de fora da UFSM, como produto per si. Então saber do reconhecimento do trabalho realmente nos deu a sensação de que valeu a pena, e nos deu também um sentimento de orgulho ao ver outros trabalhos da nossa instituição sendo reconhecidos na mesma noite.” 

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes