Ir para o conteúdo Produção Editorial Ir para o menu Produção Editorial Ir para a busca no site Produção Editorial Ir para o rodapé Produção Editorial
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Game e identidade visual criados por estudantes de Produção Editorial são premiados no Expocom

As produções receberam prêmios no Expocom Sul e Expocom Nacional.



Dois produtos desenvolvidos por estudantes de Produção Editorial em disciplinas dos cursos de Comunicação Social – CCSH/UFSM foram premiados no Expocom 2021 – Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação. A premiação, organizada pela Intercom (Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação), é a principal mostra da área de Comunicação no Brasil que fomenta a produção em nível de graduação. Os melhores trabalhos de cada uma das cinco regiões do país foram conhecidos no mês de agosto durante o 2º Encontro Inter-Regiões Intercom e concorreram à etapa nacional do Expocom no 44º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom no último fim de semana. Ambos os eventos ocorreram de forma online.

“Other Skin” conquistou dois prêmios na categoria Games: o Expocom Sul (2º Encontro Inter-Regiões Intercom) e o Expocom Nacional (44º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação). O jogo, em estilo RPG, foi criado por Igor Bianchin, Charles William, Leticia Cardoso, Pablo Medeiros e Camila de Oliveira, todos graduandos de Produção Editorial, como trabalho final da disciplina de Comunicação e Cultura, ministrada em 2020 pela professora Camila Marques.

Segundo os discentes, “Other Skin não é um jogo sobre vitória, e sim sobre resistência“, pois discute a representação de grupos minoritários e/ou periféricos na sociedade atual, fazendo com que o jogador reflita sobre sua própria realidade e desenvolva maior empatia e compreensão sobre conflitos sociais. “Ao abordarmos alguns grupos minoritários trabalhados em aula, sejam por questões raciais, de gênero ou sexualidade, utilizamos a estrutura de um jogo de RPG para trabalhar sobre as dificuldades, o cotidiano e as mais diversas situações complicadas vividas por estes grupos, estimulando que o jogador tome decisões fora de sua zona de conforto“. Ainda, os estudantes enfatizam que pretendem expandir o jogo em outras disciplinas do curso, tornando-o um projeto experimental mais robusto ao longo da graduação.

Sobre a inscrição de “Other Skin” no Expocom, Igor conta:O processo para aprontar tudo para o evento foi uma aventura, organizar o paper, escrever um roteiro e posteriormente gravar o vídeo da apresentação, tudo isso com o semestre rolando em REDE e as demais atividades de cada integrante do grupo foi puxado, mas ver o resultado final faz tudo valer a pena e nos motiva demais a continuar trabalhando neste e em outros projetos futuros.” Já Letícia, relembra o momento em que venceram o Expocom Sul: “Foi muito engraçado, pois no dia em que saiu o resultado, estávamos todos juntos realizando um trabalho de outra disciplina. Estávamos todos concentrados, quando o Igor fala na chamada “gente, olhem o que eu enviei no grupo”, jurei que era algo relacionado ao trabalho, mas não, era o resultado de que havíamos ganhado. Paramos imediatamente de fazer tudo e fomos gritar de felicidade, pois foi nosso primeiro trabalho juntos, e houve uma sensação de dever cumprido e de que ali estávamos fazendo algo certo e interessante.

 

Representação gráfica em 3D das capas dos livros, Guia do Mestre e Livro do Jogador criados para o jogo de RPG Other Skin.
Representação gráfica dos livros do jogo de RPG Other Skin

 

O projeto “Glow: A criação de uma identidade visual de uma plataforma de consumo de moda sustentável” recebeu prêmio como melhor trabalho da categoria de Design Gráfico de Identidade no Expocom Sul (2º Encontro Inter-Regiões Intercom). A identidade visual foi criada por Weslen Vitorio e Bernardo Brown, respectivamente, acadêmicos dos cursos de Produção Editorial e Publicidade e Propaganda, sob orientação do professor Janderle Rabaiolli na disciplina Direção de Arte em Publicidade em 2020.

Neste trabalho, os acadêmicos desenvolveram o conceito para uma empresa fictícia de moda vinculada à ideia de Slow Fashion: a reutilização de roupas e acessórios. Além das definições gráficas, como tipografia e cores, o nome da marca foi pensado para remeter à sustentabilidade, diversidade e jovialidade, valorizando produtores, consumidores e recursos locais contribuindo com o meio ambiente. Os acadêmicos revelam que “O processo de naming da marca se propôs a conceber uma única palavra que fosse simples, direta e que seguisse os moldes da marca. O nome escolhido foi Glow, que significa brilho em inglês, representando, assim, a ideia de trabalhar com um estilo vintage inspirado em roupas das décadas de 70, 80 e 90 e que ao mesmo tempo transmita alegria, diversidade e nostalgia“.

Para o aluno Weslen, a premiação serve de estímulo e reconhecimento das potencialidades criativas: “A gente ficou muito feliz porque decidimos submeter o trabalho quase em cima do prazo, então só de ter chegado ao Expocom Sul já nos consideramos vitoriosos. Quando vimos que o projeto representaria a região no nacional ficamos sem reação, acredito que às vezes duvidamos demais da nossa capacidade e dos lugares que podemos conquistar. Chegar nessa etapa com o trabalho validou muito nossa trajetória até aqui e a certeza de que estamos seguindo pelo caminho certo.

 

Identidade visual da marca fictícia Glow
Identidade visual da marca fictícia Glow

A identidade visual da Glow pode ser vista em: https://www.behance.net/gallery/119114211/GLOW-Identidade-Visual-Visual-identity

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes