Ir para o conteúdo Tecnologia em Alimentos Ir para o menu Tecnologia em Alimentos Ir para a busca no site Tecnologia em Alimentos Ir para o rodapé Tecnologia em Alimentos
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

​UFSM é destaque na busca por um leite de qualidade



O trabalho desenvolvido na UFSM em prol da qualidade do leite é destaque no Rio Grande do Sul – e ganha ainda maior relevância em uma época de tantas fraudes no produto destinado ao consumidor.

Em dezembro de 2014, a Associação Gaúcha de Laticinistas (AGL) premiou a professora do Departamento de Tecnologia e Ciência dos Alimentos do Centro de Ciências Rurais (CCR) Neila Richards como Mestre Laticinista no Troféu Destaque AGL. Nesta segunda-feira (22), Neila foi uma das homenageadas pela UFSM devido ao trabalho premiado, assim como a mestranda que criou o projeto “Ping-pong na quadra”.

Formada em Engenharia de Alimentos na Fundação Educacional de Barretos e doutora pela Universidade de São Paulo, Neila faz pesquisas com leite e seus derivados há 23 anos, trabalhando com produtores e indústrias, tendo em vista a melhoria da cadeia do leite, desde a matéria-prima até o processo de obtenção dos produtos finais, como queijos, iogurtes, bebida láctea, manteiga, doce de leite, entre outros.

Os estudos de Neila focam, principalmente, o desenvolvimento de novos produtos e produtos lácteos especiais, produtos com Ômega 3, com fibras, sem lactose e sem gordura. Por esse motivo, a professora tem se dedicado à caracterização de matérias- primas de diferentes espécies animais, como vaca, cabra, ovelha e búfala, com o intuito de aproveitar no desenvolvimento de produtos o melhor de cada matéria-prima.

A pesquisa conta com a colaboração de médicos veterinários, zootecnistas, nutricionistas, farmacêuticos, engenheiros agrônomos e de alimentos. “A equipe é multidisciplinar, são vários professores que se ajudam mutuamente em função de uma busca de maior conhecimento, tanto da matéria-prima quanto de produtos, todos engajados no desenvolvimento regional com sustentabilidade”, destaca Neila.

A professora ressalta que na UFSM a ideia corrente é de que a qualidade não é um diferencial da indústria, mas uma obrigação. “Esse produto lácteo que está no mercado, ou mesmo o leite que está sendo distribuído, foi gerado dentro de uma propriedade, é um alimento. Como alimento, ele tem que ser seguro para a população”, reforça a professora.

Além das pesquisas realizadas na universidade, a equipe realiza projetos de extensão nas propriedades e empresas, ajudando o produtor e as indústrias, sejam grandes, médios ou pequenos, a produzir e desenvolver um produto de qualidade e seguro para os consumidores.

Neila atualmente está fazendo pós-doutorado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com previsão de retorno à UFSM para janeiro de 2016. Mesmo longe, Neila está envolvida na reabertura da Usina Escola de Laticínios da UFSM, onde foi diretora de 2006 a 2009, até assumir a coordenação do curso superior em Tecnologia em Alimentos, voltando à direção em 2012.

Germano Molardi, acadêmico de Jornalismo, bolsista da Agência de Notícias

Fonte: http://site.ufsm.br/noticias/exibir/ufsm-e-destaque-na-busca-por-um-leite-de-qualidade (23/06/2015 09:07)

Fotos: arquivo


Publicações Recentes