Ir para o conteúdo PPGAGR Ir para o menu PPGAGR Ir para a busca no site PPGAGR Ir para o rodapé PPGAGR
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Convite para Defesa de Dissertação



Discente:Enrique Rachor

Título da dissertação:“ANÁLISE DAS CONDIÇÕES SOCIOPRODUTIVAS DA AVICULTURA
INTEGRADA NA REGIÃO DO OESTE DE SANTA CATARINA”

Resumo: O comércio internacional e a organização das agroindústrias de alimentos, principalmente na cadeia de valor gloval do frango de corte, vem sofrendo mudanças significativas. Isso desencadeia uma reação em massa em todos os setores, desde antes da porteira, dentro e após a porteira. Atualmente, sendo o Brasil o 3º maior produtor e o maior exportador mundial de carne de frango e Santa Catarina o estado com a segunda maior produção e exportação do país, tendo em seu território um grande número de agroindústrias voltadas para o mercado exterior, objetivou-se estudar as condições socioprodutivas da avicultura integrada na região do oeste catarinense. Com o intuito de analisar os aspectos econômicos do agronegócio do frango de corte na cadeia de valor global, determinando as similaridades entre os países por uma análise de cluster pelas variáveis produção, exportação, importação e consumo doméstico, do ano de 2019, definindo o Market Share dos que apresentaram maior representatividade, permitindo, através do cálculo da taxa de crescimento geométrico, fazer previsões de cenários futuros de curto (5 anos), médio (10 anos). Esta lógica de análise se repetiu para os estados brasileiros e para os municípios de Santa Catarina. Além disso, com uma pesquisa de campo, identificou-se o perfil dos produtores de frango de corte e a contribuição da avicultura integrada para a geração de emprego e renda na região oeste de Santa Catarina. Com isso, a variável produção foi quem mais contribuiu para formação dos clusters dos países/estados/municípios, mostrando, no cenário mundial de médio prazo, um deslocamento dos principais países produtores e exportadores para o leste Europeu, Eurásia e Oriente Médio, com países da Ásia sendo os maiores importadores de carne de frango. No Brasil, mantendo-se as condições atuais, a tendência é de que o Paraná continuará sendo o maior produtor e exportador, e Santa Catarina aumentará expressivamente suas exportações, com os municípios do oeste catarinense contribuindo ainda mais para este cenário. Também, a pesquisa mostrou que os pequenos produtores são a base da cadeia de valor global do oeste de Santa Catarina, especificamente da microrregião de Chapecó, possuem idade avançada (49 anos em média), com uma alta representatividade de sua renda provinda da avicultura (média de 60%). Por fim, diz respeito ao produtor sentir-se valorizado pela agroindústria, reconhece a importância dela para melhoria da sua renda e também do auxílio técnico, com aviários bem tecnificados. Porém, mostra-se preocupante o cenário da avicultura na região, visto que os primogênitos que ficarão na propriedade rural não têm interesse na continuidade da cultura, substituindo essa pela cultura do milho e da soja principalmente.  

 

Enrique Rachor

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes