Ir para o conteúdo POSCOM Ir para o menu POSCOM Ir para a busca no site POSCOM Ir para o rodapé POSCOM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Programa de Pós-Graduação em Comunicação (POSCOM/UFSM) promove live sobre saúde mental



“Mantendo a cabeça no lugar em tempos de trabalho e estudo remoto” é o tema da live que será conduzida pelo professor Vitor Crestani Calegaro (UFSM) no dia 24 de junho. A transmissão será pelo canal do Programa de Pós-Graduação em Comunicação (POSCOM/UFSM) no YouTube e tem previsão de uma hora de duração, com início às 15h. A mediação ficará a cargo da doutoranda Juliana Motta (POSCOM/UFSM).

Fruto de mais uma parceria entre a Representação Discente, a Comissão de Publicização, o projeto Poscom Juntes em Casa e a Coordenação do POSCOM/UFSM, o evento prevê uma sessão de perguntas da audiência com resposta ao vivo pelo professor. Estudantes do POSCOM/UFSM também serão convidados a enviar seus questionamentos antecipadamente, ao longo desta semana.

Vitor Calegaro é Professor Adjunto do Departamento de Neuropsiquiatria da UFSM, atua como médico psiquiatra na Coordenadoria de Ações Educacionais (CAEd/UFSM) e é coordenador do programa de pesquisa, ensino e extensão COVIDPsiq, com foco na saúde mental durante a pandemia de COVID-19.

O link para a live já está disponível: https://www.youtube.com/watch?v=iYjC5fOtb54

Serviço:
O que: live “Mantendo a cabeça no lugar em tempos de trabalho e estudo remoto”
Quando: 24 de junho, quinta-feira, das 15 às 16 horas 
Convidado: professor Vitor Crestani Calegaro (UFSM)
Mediação: doutoranda Juliana Motta (POSCOM/UFSM)

Mais informações sobre o currículo do convidado:
Vitor Crestani Calegaro possui graduação em Medicina pela UFSM (2007), Residência Médica em Psiquiatria no Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM; 2013), Mestrado em Ciências da Saúde pela UFSM (2013) e Doutorado em Psiquiatria pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS; 2019). No HUSM, criou e coordena o Programa de Acompanhamento às Vítimas de Violência (PROVIVI); coordena, também, o Ambulatório de Psiquiatria do Centro Integrado de Atendimento à Vítimas de Acidentes (CIAVA), inicialmente criado para atendimento das vítimas do incêndio da boate Kiss, o atendimento psiquiátrico do Ambulatório Pós-COVID, dedicado ao tratamento da síndrome pós-terapia intensiva, e o Programa de Residência Médica em Psicoterapia. 

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes