Ir para o conteúdo POSCOM Ir para o menu POSCOM Ir para a busca no site POSCOM Ir para o rodapé POSCOM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Professora Veneza Ronsini palestra na Loughborough University



Na última quarta-feira, dia 24 de fevereiro de 2022, a professora Dra. Veneza Mayora Ronsini, docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFSM, ministrou uma palestra na Loughborough University, em Londres, na Inglaterra, onde realiza missão de pesquisa viabilizada pelo projeto CAPES PrInt. A palestra, intitulada “Southern Epistemologies of Media and Consumption”, compôs uma das atividades do primeiro seminário realizado pelo Institute for Media and Creative Industries (Instituto de Mídia e Indústrias Criativas), da Loughborough University, no ano de 2022. Devido às restrições da pandemia da Covid-19, o evento contou com um número restrito de participantes in loco. No entanto, um público bem mais numeroso teve a oportunidade de acompanhar a exposição da professora virtualmente, de forma síncrona. 

Na ocasião, a professora relatou  os achados de investigações relacionadas ao mais recente projeto de pesquisa coordenado por ela, intitulado “Usos e Não Usos das Tecnologias de Comunicação e os Sentidos da Vida Comum”, cuja proposta é estudar teórica e empiricamente a sociedade saturada pelos fluxos de informação e as possibilidades de cooperação pelos usos e não-usos das tecnologias da comunicação em comunidades intencionais (alternativas ou sustentáveis), com o objetivo de compreender as relações entre os meios de comunicação e disposições para a rejeição parcial do modo de vida na cidade e para a constituição de comunidades.

Durante a palestra, Ronsini apresentou o relato de uma pesquisa empírica relacionada ao projeto, estabelecendo uma discussão sobre os usos da mídia entre segmentos da classe média urbana brasileira moradora de ecovilas localizadas na zona rural. Com base em dados etnográficos e perfis sociológicos individuais, a professora estabeleceu argumentos a respeito de uma busca de reconhecimento social através de novas formas de trabalhar e consumir, refletindo sobre em que medida este fenômeno se relaciona com tendências globais como a globalização cultural, o comunalismo e o individualismo contemporâneo. Tendo isso em vista, Ronsini defendeu que a aspiração ao reconhecimento e sua negação institucionalizada pelo sistema capitalista gerou sofrimento nas trajetórias pessoais e a apropriação dos modelos culturais do individualismo e do comunalismo como orientação moral.

(Texto: Marco Marão)

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-513-2079

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes