Ir para o conteúdo POSCOM Ir para o menu POSCOM Ir para a busca no site POSCOM Ir para o rodapé POSCOM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Comunicação em rede, diferença e interculturalidade em redes sociais de migrantes senegaleses no Rio Grande do Sul: um estudo de práticas e processos comunicacionais em novos fluxos de migrações transnacionais para o Estado

Dr.ª Liliane Dutra Brignol

Comunicação em rede, diferença e interculturalidade em redes sociais de migrantes senegaleses no Rio Grande do Sul: um estudo de práticas e processos comunicacionais em novos fluxos de migrações transnacionais para o Estado (em andamento desde 2014)

Descrição: o projeto de pesquisa busca investigar as redes sociais migratórias de senegaleses no estado do Rio Grande do Sul, com foco em pesquisa de campo de caráter etnográfico em cidades gaúchas com presença deste coletivo migrante, destacadamente Caxias do Sul e Passo Fundo, entre outras do centro-norte do Estado. Busca-se entender as dinâmicas de comunicação em rede e as lógicas de redes sociais articuladas pelos migrantes senegaleses nestas cidades, a partir de uma aproximação a suas práticas e processos comunicacionais construídos entre usos sociais das mídias e processos de comunicação interpessoal e intercultural. A perspectiva teórica vincula-se aos estudos culturais, a partir do aprofundamento dos conceitos de comunicação e cultura, comunicação em rede, redes sociais migratórias, identidades e interculturalidade. Como abordagem metodológica, é proposta uma investigação de caráter etnográfico, com a combinação de observação participante e entrevistas semi-estruturadas com migrantes, aliada a mapeamento exploratório da cobertura midiática sobre o tema no período de análise. A aproximação às redes sociais de migrantes senegaleses no Rio Grande do Sul visa compreender suas dinâmicas e lógicas comunicativas observadas entre os próprios sujeitos migrantes, destes com migrantes de outras nacionalidades e com a comunidade local de um modo geral, de maneira a identificar práticas e processos comunicacionais que possam reforçar vínculos com as identidades e culturas do Senegal, dar visibilidade para diferenças e dificuldades no âmbito das relações interculturais, e/ou promover dinâmicas de aproximação rumo a um possível diálogo intercultural.