Ir para o conteúdo PPGA Ir para o menu PPGA Ir para a busca no site PPGA Ir para o rodapé PPGA
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Altas temperaturas intercaladas ao frio estão estimulando a brotação das plantas



Imagem 1 6 1024x576

Plantas arbóreas como a extremosa (Lagerstroemia indica) já iniciaram a

brotação, estimulada pelas altas temperaturas que vem acontecendo durante     

este inverno no Sul do Brasil. Data da foto: 27/07/2017.

O mês de julho é o mês mais frio do ano no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, segundo a climatologia. Depois do intenso frio que ocorreu nos dias 18, 19, 20 e 21 de julho, com temperaturas negativas, as temperaturas voltaram a subir na região Sul do Brasil e desde aquele frio não baixaram mais. Esta alternância de ondas de calor neste inverno vem causando antecipação da floração de espécies arbóreas decíduas ou caducifólias (perdem as folhas no inverno) na região sul do Brasil, como por exemplo em espécies frutíferas como pessegueiro e videira e espécies arbóreas bastante usadas na arborização de ruas e avenidas como Ipê amarelo, ipê roxo e a extremosa. Isto ocorre porque estas plantas necessitam de poucas horas de frio para quebra da dormência e as altas temperaturas após um curto período de frio estimulam a brotação, principalmente se estas espécies foram podadas, pois a poda estimula a brotação quando as exigências em frio estão satisfeitas.

Os dias com temperaturas máximas acima de 25oC são perfeitos para estimular a brotação destas plantas. Na estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia localizada em Santa Maria, nas últimas três semanas (07 a 28/07/2017) foram registrados 12 dias com temperaturas máximas iguais ou acima de 25oC, ou seja, em mais da metade dos últimos 21 dias as temperaturas foram de calor, um exemplo de como este inverno tem sido alternado entre frio e calor. Estas ondas de calor (ou “veranicos” como são também chamados na região Sul) durante este inverno estão associadas com sistemas de bloqueio devido a uma grande área de ar seco no centro-oeste e sudeste do país, pois lá é a estação seca agora e acabam influenciando o tempo no Sul do Brasil.

 

 

Por: Equipe PhenoGlad


Publicações Recentes