Ir para o conteúdo PPGCC Ir para o menu PPGCC Ir para a busca no site PPGCC Ir para o rodapé PPGCC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Defesa de Dissertação – 20/04 – 14:00 – Sala 321 -Abordagem Multicritérios para Adaptação de Processos de Software Baseada em Situational Method Engineering



Título: ABORDAGEM MULTICRITÉRIOS PARA ADAPTAÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE BASEADA EM SITUATIONAL METHOD ENGINEERING

Aluno: Guilherme Vaz Pereira
Orientador:  Lisandra Manzoni Fontoura

Banca Examinadora:

Lisandra Manzoni Fontoura (Presidente/Orientador)
Iara  Augustin (UFSM)
Roberto Tom Price (UFRGS)

Data: 20/04/2012
Hora: 14:00
Local: UFSM – Centro de Tecnologia, sala 321

Resumo:

As organizações de desenvolvimento de software estão envolvidas em um ambiente dinâmico, com diferentes cenários de acordo com as características e demandas específicas de cada projeto de software. Não há um processo de software que atenda as necessidades específicas de todos os projetos e/ou organizações. Assim, a adequação de um processo de desenvolvimento de software depende do contexto do projeto. Situational Method Engineering (SME) propõe a construção de métodos de desenvolvimento de software específicos para cada projeto de acordo com as características situacionais dos mesmos a partir de fragmentos de métodos armazenados em um repositório. Este trabalho propõe uma abordagem sistemática para a construção de processos de desenvolvimento de software específicos para cada projeto a partir da adaptação de processos, com base em conceitos de SME, chamada OSPTA – Octopus SME Process Tailoring Approach. OSPTA utiliza fragmentos de métodos armazenados em um repositório, os quais incluem práticas preconizadas por processos ágeis e planejados. Tais fragmentos são recuperados de acordo com um ou mais critério de adaptação, ou requisitos para o processo adaptado, e são priorizados de acordo com fatores de contextualização de projetos de software definidos no Octopus Model. A técnica usada para esta priorização é Analytic Hierarchy Process (AHP), para guiar os engenheiros de processo na escolha dos melhores fragmentos para serem incluídos no processo de software padrão da organização (PSPO), dando origem ao processo adaptado, específico para o projeto.
Um metamodelo foi proposto para a definição de fragmentos de métodos para serem utilizados na abordagem. Foi desenvolvida uma ferramenta para apoiar a abordagem proposta. Estudos de caso considerando “riscos do projeto” como critério de adaptação foram elaborados para validar a abordagem.


Publicações Recentes