Ir para o conteúdo PPGCC Ir para o menu PPGCC Ir para a busca no site PPGCC Ir para o rodapé PPGCC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Defesa de Dissertação – 01/11 – Proposta de um Método Hibrido de Detecção de Defeitos em Redes de Sensores Móveis Utilizando Algoritmos de Localização



Título: Proposta de um Método Hibrido de Detecção de Defeitos em Redes de Sensores Móveis Utilizando Algoritmos de Localização


Aluno: Leonardo Guedes da Luz Martins
Orientador: Raul Ceretta Nunes

Banca Examinadora:

Prof. Dr. Raul Ceretta Nunes – UFSM – Presidente – Orientador
Prof. Dr. Leonardo Londero de Oliveira – UFSM
Prof. Dr. Sérgio José Melo de Almeida – UCPel
Profª. Drª. Rosecela Duarte Medina – UFSM (suplente

Local e data: Sala 321, dia 01/11/2012 (qui) às 09:30 horas

 

Resumo:

Os avanços tecnológicos decorrentes da miniaturização de sistemas eletrônicos nas últimas décadas foram determinantes para o alcanço da tecnologia atual. A microeletrônica, em conjunto com estudos de redução de consumo de energia em dispositivos eletrônicos, propiciou que as redes de sensores móveis se difundissem rapidamente ao redor do mundo. Uma rede de sensores móveis é composta por diversos nodos sensores, que trabalham colaborativamente para alcançar um determinado objetivo. Cada nodo da rede possui camadas e aplicações com fins específicos, dois dos mais importantes algoritmos presentes na maioria das aplicações em redes de sensores são os detectores de defeitos e os algoritmos de localização.

Os detectores de defeitos são algoritmos que normalmente são executados na camada de aplicação e seu objetivo é detectar através da troca de mensagem entre eles possíveis nodos falhos na rede. O algoritmo detector de defeitos é bloco fundamental em aplicações distribuídas e tolerantes a falhas. Por outro lado, o algoritmo de localização é uma proposta alternativa a utilização do GPS. Por meio da troca de mensagem entre os nodos, a partir de um ponto de referência o algoritmo de localização calcula as coordenadas do nodo no espaço.

Diversas metodologias já foram propostas na bibliografia para ambos os algoritmos. Porém, mesmo com similaridades funcionais, não são encontradas pesquisas que integrem estes algoritmos, a fim de economizar recursos e melhorar a eficiência das redes de sensores.

Este trabalho propõe um método híbrido em que o detector de defeitos aproveita a troca de mensagens realizada pelo algoritmo de localização para realizar sua tarefa. A solução aperfeiçoa a troca de mensagens enviadas pelos nodos, evitando o envio de pacotes de dados. Como resultado, a solução diminui o consumo de energia dos nodos e melhora o desempenho do sistema.

 

 


Publicações Recentes