Ir para o conteúdo PPGE Ir para o menu PPGE Ir para a busca no site PPGE Ir para o rodapé PPGE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo
Início do conteúdo
Publicado: 5 setembro 2009 - 12:39 | Última modificação: 26 junho 2019 - 14:01
Ouvir
II CONGRESSO DE EDUCAÇÃO, ARTE E CULTURA

TÉCNICO-CIENTÍFICOS

anfiteatro C da química - Santa Maria

09/09/2009 00:00 - 11/09/2009 00:00

Descrição

II Congresso de Educação, Arte e Cultura (CEAC) a ser realizado nos dias 09, 10 e 11 de Setembro de 2009 em Santa Maria/RS, pretende ampliar o escopo do evento com a temática: confluências e diálogos no campo das artes.

O II CEAC continua sendo um evento acadêmico aberto, bienal, internacional, considerado pela Capes como evento quallis, que reúne pesquisadores e estudantes de diferentes instituições educacionais brasileiras e estrangeiras. Trata-se de um espaço de socialização de pesquisas, e de debate, criado para promover a reflexão sobre a formação dos profissionais, enfocando aspectos da educação, da arte e da cultura, em suas diversas subáreas e interfaces.

Nesse sentido, temos a satisfação de convidá-los para o II Congresso de Educação, Arte e Cultura.

Profa. Dra. Marilda Oliveira de Oliveira
Coordenadora do II CEAC

Evento QUALLIS 

ISBN 9788599971025

A Linha de Pesquisa ‘Educação e Artes’ do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) do Centro de Educação e da Universidade Federal de Santa Maria (CE/UFSM), o Laboratório de Artes Visuais (LAV) e o Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura (GEPAEC) organizaram o I Congresso de Educação, Arte e Cultura (CEAC) em 2007.

Na primeira edição o Congresso objetivou socializar as pesquisas desenvolvidas pelos professores pesquisadores que compunham o GEPAEC, naquela ocasião 17 membros de diferentes universidades do País e 1 membro da Universidad de Barcelona, Espanha. Este congresso buscou a consolidação de um suporte teórico-investigativo a fim de fortalecer a produção de conhecimentos relevante para as áreas da Educação, da Arte e da Cultura; compreendendo o ato educativo como atividade comprometida e engajada com a problemática humana em suas múltiplas dimensões.

A relevância de socializar o conhecimento produzido a partir dessas proposições e, o conseqüente impacto para tais áreas do conhecimento são indispensáveis à consolidação e o impulso das mesmas. Nesse sentido, o I CEAC constituiu-se num espaço de trocas e compartilhamento de ideários capazes de valorizar a pesquisa educacional no Brasil, bem como o impacto social que esta vem assumindo no país. Recebemos público de todos os estados brasileiros e também colegas da Argentina, Uruguai e Paraguai. Os conferencistas convidados em 2007 foram:

Profa. Dra. Silvia Sell Duarte Pillotto – Univille/ SC
“Processos de Avaliação no Ensino da Arte”

Prof. Dr. Raimundo Martins – FAV/UFG – GO
“Temporalidades múltiplas da imagem como pedagogias da interpretação”

Profa. Dra. Irene Tourinho – FAV/UFG – GO
“Quem conta um conto aumenta um ponto”… Para fazer caso do cotidiano na experiência educativa

Profa. Dra. Juana Sancho – Univ. de Barcelona
“A economia da atenção na era da super/hiper informação: implicações para a aprendizagem”

Prof. Dr. Fernando Hernández – Univ. de Barcelona
“O que se aprende e como se aprende das Artes Visuais e da Cultura Visual na perspectiva educativa dos Projetos de Trabalho”


Profa. Dra. Sandra Ramalho – CEART/UDESC – SC
“Fotografia e auto-imagem: questões de identidade em uma escola guarani”

Profa. Dra. Alice Fátima Martins – FAV/UFG – GO
“Cinema e Ensino de Artes Visuais: questões para reflexão”

Profa. Dra. Célia de Castro Almeida – UNIUBE – MG
“Repertório cultural de professores da educação básica: repercussões na prática pedagógica”

Profa. Dra. Lúcia Gouvêa Pimentel – EBA/UFMG– MG
“Formação de Professor@as: ensino de Artes Visuais e tecnologias contemporâneas”

Profa. Dranda. Jociele Lampert – CEART/UDESC –SC
“A imagem da moda muito além da sociedade do espetáculo: proposições para a formação docente em Artes Visuais”

Profa. Dra. Luciana G. Loponte –FACED/UFRGS– RS
“A arte da docência em arte: desafios contemporâneos”

Profa. Dra. Rejane de Oliveira – CCSH/UFSM– RS
“Mídia, cultura e identidades argentinas”

Profa. Dra. Ivone M. Richter – CAL/UFSM – RS
“Arte e Interculturalidade: possibilidades na educação contemporânea”

Prof. Dr. Ayrton D. Corrêa – CAL/UFSM – RS
“Artes Visuais na escola: mostras itinerantes”

Profa. Dra. Rejane G. Coutinho – IA/UNESP – SP
“Arte/educação como mediação cultural:experiências de ações educativas em centros culturais”

Profa. Dra. Luciana Hartmann – CAL/UFSM – RS
“Contadores de histórias na sala de aula”

Profa. Ms. Nageli R. Teixeira – SMEd – RS
“O Ensino da Arte na Educação Básica: algumas reflexões”

Horário das Comunicações

Eixo 1–3: Arte e cultura /Arte, comunicação e tecnologia

Eixo 2:Poéticas Artísticas: Investigação de técnicas, materiais e processos na produção de poéticas artísticas.

Eixo 4: Processos Formativos: Investigação no campo da formação do profissional.

Eixo 5–7: Políticas Públicas e Gestão Educacional: Investigação do campo da gestão e das políticas públicas/ Educação Especial: Investigação no campo da educação inclusiva.

EIXO 6: Teoria e Processos Pedagógicos: Investigação de teorias que subsidiam processos pedagógicos.

Eixo 8-9: Educação e Artes: Investigação no campo da educação em artes, ensino formal e não-formal / Grupos de Pesquisas: Constituição, configuração e ações do Grupo de Pesquisa.

Trabalhos Aprovados por Eixo Temático

Eixos Temáticos

1. Arte e Cultura: Investigação de contextos culturais.

2. Poéticas Artísticas: Investigação de técnicas, materiais e processos na produção de poéticas artísticas.

3. Arte, Comunicação e Tecnologia: Investigação do campo da comunicação e tecnologia, mídias e produtos artísticos que envolvam a web.

4. Processos Formativos: Investigação no campo da formação do profissional.

5. Políticas Públicas e Gestão Educacional: Investigação do campo da gestão e das políticas públicas.

6. Teoria e Processos Pedagógicos: Investigação de teorias que subsidiam processos pedagógicos.

7. Educação Especial: Investigação no campo da educação inclusiva.

8. Educação e Artes: Investigação no campo da educação em artes, ensino formal e não-formal.

9. Grupos de Pesquisas: Constituição, configuração e ações do Grupo de Pesquisa.

Mini-Cursos

1. Fotografia criativa – Fernando Codevilla. Esgotado!

Ementa: O mini curso abordará questões envolvendo a fotografia contemporânea. Em um primeiro momento se analisará processos de criação e produção fotográfica e após será proposto uma atividade prática. Como referência para esta proposta, servirá o artigo intitulado Processos de Criação na Fotografia (FACOM – nº 16 – 2º semestre de 2006), escrito pelo Prof. Dr. Rubens Fernandes Junior.

O artigo pode ser encontrado neste link
http://www.faap.br/revista_faap/revista_facom/facom_16/rubens.pdf

Local: Sala 1004 do Centro de Artes e Letras, prédio 40.

Vagas: limitadas para 14 participantes.

Material necessário: Câmera fotográfica.

______________________________________________________________


2.
 Ritmos e ritmologias – músicas, tambores e educação – Eduardo Pacheco.
 Esgotado!

Ementa: Música entendida como forma de pensamento, busca pela produção de problemas e criação de expressões que diferentemente do pensamento cientifico, propõe a invenção de conceitos, traça no fazer musical a produção de afecções e percepções elementos estes que podem produzir novos sentidos para o espaço educacional, busca essa guiada pelo tocar, ouvir e compor musical.

Local: Sala 3368 do Centro de Educação, prédio 16, Laboratório de Educação Musical (LEM).

Vagas: 20 participantes.

Material necessário: Folhas de jornal; tubos de PVC (diversos tamanhos e espessuras); tubos de papelão (aqueles de enrolar tecido); garrafas de água mineral (20 litros) – matérias diversos que possam ser utilizados como material de pesquisa sonora musical.

______________________________________________________________


3. Educando o olhar com o cinema pessoal – Carolina Berger. Esgotado!


Ementa: O curso propõe uma análise de importantes obras do chamado Cinema Pessoal, no qual a portabilidade e acessibilidade das novas tecnologias audiovisuais cria territórios para uma arte mais subjetiva e engajada. Através da análise estética das obras pessoais, será estabelecida uma discussão sobre as possibilidades da educação do olhar através das imagens em movimento.

Local: Sala do PPGE, Centro de Educação, prédio 16.

Vagas: 25 participantes.

O Cinema pessoal – A História da vida privada, a partir do Século XX, pode ser contada através de documentos que se tornaram não substitutos do olhar do artista, mas sim máquinas que trouxeram possibilidades de uma arte nova, calcada nas “máquinas das imagens móveis”. A fotografia e as máquinas que registravam as imagens em movimento possibilitaram que o homem registrasse a realidade pessoal e transformasse momentos da vida privada em arte. O Cinema Pessoal é uma forma de praticar a arte das imagens em movimento que pode ser utilizada como uma fonte de educação do olhar tanto para o consumo de produtos midiáticos quanto para um entendimento mais aprofundado da própria realidade.

______________________________________________________________

4. Mídia e Educação – relações e saberes necessários – Rejane Oliveira Pozobon. Esgotado!

Ementa: Exposição de conceitos importantes para pensar a relação mídia-educação. A educação a partir de uma ótica comunicacional. A circularidade da informação. Novos fazeres em comunicação. Corpo, Mídia e Educação.

Local: Sala 3353 (Lince), Centro de Educação, prédio 16.

Vagas: 15 participantes.

______________________________________________________________


5. Performance Art: o corpo em foco  Claudia Schulz. Esgotado!

Ementa: o mini curso se divide em dois momentos, o primeiro de abordagem teórico no qual serão tratados aspectos da linguagem da Performance Art como: definição do conceito, apontamentos históricos, características, artistas de vanguarda e contemporâneos e o papel do corpo-comunicante. No segundo momento serão propostos exercícios práticos para buscar desencadear um diálogo, tendo como foco dos exercícios o corpo interagindo com imagens.

Local: Caixa Preta – Centro de Artes e Letras, prédio 40.

Vagas: 20 participantes.

Material necessário: os participantes devem trazer uma camiseta branca, e vestir roupas confortáveis (maleáveis).

______________________________________________________________

6. Contemporâneo gravado: possibilidades de pensar a gravura na atualidade – Aline Nunes da Rosa e Juzelia de Moraes Silveira.

Ementa: Experienciar as potencialidades oferecidas pela linguagem da gravura, explorando suportes/matrizes tradicionais, como metal e madeira, bem como suportes alternativos e diferenciados, a fim de promover novas vias no que concerne à produção da gravura na contemporaneidade. Serão abordados aspectos técnicos e teóricos acerca da linguagem, de modo a ampliar as possibilidades de sua construção/criação visual.

Local: Ateliê de Gravura (sala 1240B), do Centro de Artes e Letras, prédio 40.

Vagas: 15 participantes.

Materiais necessários: acetato (Raio X), estiletes, pontas secas, goivas, formões, mdf, lápis, papéis variados, tecidos.

______________________________________________________________


7. Significar e ressignificar o corpo: a estamparia enquanto mediadora na construção de subjetividades  Cristian Poletti Mossi. Esgotado!

Ementa: Este minicurso propõe, de forma teórico–prática, pensar o corpo enquanto constructo cultural, onde as vestes e sua superfície – a estamparia – assumem papel de mediadoras na invenção de subjetividades.

Local: Sala 1005 – Pólo Têxtil do Centro de Artes e Letras, prédio 40. (a confirmar).

Vagas: 10 vagas.

______________________________________________________________

8. Entre tramas e urdiduras: possíveis relações entre a memória e a tecelagem – Angélica D’Avila Tasquetto. Esgotado!

Ementa: Este mini-curso pretende trazer algumas possíveis relações entre a arte, a memória e a tecelagem. Entre as tramas e as urdiduras, iremos tecer alguns fios de memória, relembrando e revisitando alguns fatos e momentos que permearam nossa história de vida. A tecelagem entra como possibilidade para a produção visual que será realizada no vai e vem das memórias.

Local: Sala do PPGE, Centro de Educação, prédio 16.

Vagas: 15 participantes.

Material necessário: papelão, lápis, régua, tesoura, fios, fitas, retalhos e lãs coloridas, algum tipo de fibra natural como palha, talos de plantas já secos, e agulha de acolchoar.

______________________________________________________________


9. Memória e sociedade: paradigmas das práticas museológicas – Roselâine Casanova Corrêa. Esgotado!

Ementa: Desenvolver habilidades para o manuseio de acervos museológicos como recurso didático para o ensino na educação básica. Proporcionar aos participantes do mini-curso o histórico dos conceitos do que entendemos hoje por MUSEU (do grego, mouseion) e preservação da memória, e os arcabouços possíveis para dinamizar as práticas museológicas com a comunidade e com o público escolar.

Local: Sala do PPGE, Centro de Educação, prédio 16.

Vagas: 20 participantes.

______________________________________________________________


10. Arte Pública – Juliano Reis Siqueira.

Ementa: Pensar a arte pública a partir de imagens de artistas contemporâneos e modernos, problematizando a gestão dos espaços de circulação de público. Apresentar estratégias de invenção para além dos museus e galerias, considerando novos territórios de exposição.

Local: Auditório “Audimax” do Centro de Educação, prédio 16.

Vagas: 15 participantes.

______________________________________________________________


11. Pornografia e Obscenidade: adoecimento do corpo político – Guilherme Carlos Corrêa.

Ementa: As ações em educação enfrentam-se, constantemente, com a questão da decisão sobre quando ou não exibir determinadas imagens, abordar determinados temas, discutir determinados assuntos. O pornográfico e o obsceno são o pólo extremo dessas decisões e a insígnia de tudo aquilo que não pode ser mostrado ou discutido, ou seja, o território daquilo que a moral vigente não suporta. A partir do texto “pornografia e obscenidade” de D.H. Lawrence, propomos enfrentar as questões e as práticas que orbitam em torno dessas palavras e pensar estratégias para o trabalho pedagógico com crianças e jovens.

Local: Auditório “C” da Química.

Vagas: 25 participantes.

Material necessário: trazer imagens que considerem pornográficas e/ou obscenas.

______________________________________________________________

12. Cultura Visual e formação docente – Jociele Lampert. Esgotado!

Ementa: cultura visual e educação, cultura visual e poéticas visuais, representação visual. Exposição de referenciais teóricos (textos, sites). Apresentação de imagens de artistas que abordem temáticas relacionadas à estética relacional e arte colaborativa (Antoni Muntadas, Vanessa Beecroft, Sylvie Fleury, Jacques Villagle). Texto provocativo de Marcelo Coutinho e/ou apresentação de vídeo arte. Exercício poético de descondicionamento do olhar: percepção do que é in(visível), uso de polaróides em percurso urbano (calçadão de Santa Maria). Desdobramento sobre colagens elaboradas pelos participantes baseando-se no texto de Marcelo Coutinho e/ou vídeo arte.

Local: Sala na casa de cultura (a confirmar).

Vagas: 20 participantes.

Material necessário: Polaróides e fita crepe ou dupla face.

______________________________________________________________

13. Arte, Antropofagia e Educação – qual é o Parangolé? – Valdo Barcelos e Ivete Souza da Silva.

Ementa: Este Curso/Oficina tem como finalidade apresentar e refletir sobre a idéia do Parangolé – criação artística antropofágica de Hélio Oiticica (1937-1980). A proposição é de que em educação há que se romper com a prática da cópia e da imitação e partir para a criação, para a invenção. Uma das formas de viabilizar essa proposta é tomar-se a vida, o fluir do viver, como nossa “ilha de edição”, como gostava de dizer o antropofágico e tropicalista Wally Salomão.

Local: Sala do PPGE, Centro de Educação, prédio 16.

Vagas: 15 participantes.

______________________________________________________________

14. Performances corporais e virtualizações do corpo – Valdemir de Oliveira e Odacy de Oliveira Souza. Esgotado!

Ementa: : A performatividade do corpo em suas múltiplas representações no tempo e espaço. Vídeo – articulações entre o corpo vivido e o corpo percebido sobre a perspectiva de sua plasticidade; o corpo em sua abordagem contemporânea: vídeo-dança.

Local: Sala de Teatro “Olga Reverbel”, prédio 16.

Vagas: 20 participantes.

Material necessário: câmera fotográfica que filme, roupas próprias para atividades corporais, computadores (note-book – não sendo obrigatório a todos os participantes); DVD virgem.

Realização

Laboratório de Artes Visuais
LAV/CE/UFSM

Grupo de Estudos e Pesquisas em Arte, Educação e Cultura
GEPAEC/UFSM

Programa de Pós Graduação em Educação
Linha de Pesquisa LP4 – Educação e Artes – PPGE/CE/UFSM


Coordenação Geral do Evento
Marilda Oliveira de Oliveira

Comissão Organizadora
Aline Nunes da Rosa
Angélica D’Avila Tasquetto
Cristian Poletti Mossi
Maria Goreti Cortes Mendonça
Juliano Reis Siqueira
Juzelia de Moraes Silveira
Roseane Martins Coelho

Comissão Técnica
Ana Cláudia Machado Paim
Caue de Camargo dos Santos
Cláudia Schulz
Daiana Ragagnin Portella
Daniela Feltrin
Elizabeth Freire Gomes da Silveira
Janaina Delgado Falcão da Rocha
Josieli Tamaris Sangalli
Leila Adriana Baptaglin
Silvia Guareschi Schwaab
Valmôr Scott Junior
Vinícius Luge Oliveira

Apoio

Universidade Federal de Santa Maria
UFSM/RS

Centro de Educação
CE/UFSM

Centro de Artes

CAL/UFSM

Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais
 PPGART/UFSM

Departamento de Metodologia do Ensino
 MEN/CE/UFSM

Laboratórios de Metodologia do Ensino

LAMEN

Gabinete do Reitor

UFSM

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa
 PRPGP/UFSM

Pró-Reitoria de Graduação
PROGRAD/UFSM

Pró-Reitoria de Extensão
PRE/UFSM

Pró-Reitoria de Administração
PRA/UFSM

Editora da UFSM
EDUFSM

Prefeitura Municipal de Santa Maria

Secretaria de Município de Educação – SMEd/RS

Prefeitura Municipal de Santa Maria

Secretaria de Município da Cultura – SMC/RS

Hotéis e Restaurantes

Programação

4ª feira – Dia 09/09/2009

Local: Auditório “C” da Química

8h – Credenciamento

8h15 às 8h30 – Apresentação musical

8h 30 – Sessão de Abertura

9h – 11h – Mesa-redonda – Confluências e Diálogos entre as áreas:

– Profa. Dra. Roseane Martins Coelho – UFSM
“Narrativas contemporâneas na educação das artes visuais”

– Prof. Dr. Luis Fernando Lazzarin – UFSM
“Captura e resistência: elementos para pensar os lugares da experiência com música no currículo”

Intervalo para café

– Profa. Dranda. Flávia Pilla do Valle – Fundarte/UERGS
“A formação em dança e a Universidade”

– Prof. Dr. João Pedro de Alcântara Gil – UFRGS
“Multiplicidades da cena contemporânea e suas implicações no ensino e na pesquisa com teatro”
Coordenador de Mesa: Profa. Dra. Ana Lúcia Louro e Marques – UFSM

11h – 12h – Intervenção e Debate

14h – 18h – Mini-cursos (em diferentes espaços)

1. Fotografia criativa – Fernando Codevilla

2. Ritmos e ritmologias – músicas, tambores e educação – Eduardo Pacheco

3. Educando o olhar com o cinema pessoal – Carolina Berger

4. Mídia e Educação – relações e saberes necessários – Rejane Oliveira Pozobon

5. Performance Art: o corpo em foco – Claudia Schulz

6. Contemporâneo gravado: possibilidades de pensar a gravura na atualidade – Aline Nunes da Rosa e Juzelia de Moraes Silveira

7. Corpo: a estamparia enquanto mediadora na construção de subjetividades – Cristian Poletti Mossi

8. Entre tramas e urdiduras: possíveis relações entre a memória e a tecelagem – Angélica D’Avila Tasquetto

9. Memória e sociedade: paradigmas das práticas museológicas – Roselâine Casanova Corrêa

10. Arte Pública – Juliano Reis Siqueira

11. Pornografia e Obscenidade: adoecimento do corpo político – Guilherme Carlos Corrêa

12. Cultura Visual e formação docente – Jociele Lampert

13. Arte, Antropofagia e Educação – qual é o Parangolé? – Valdo Barcelos e Ivete Souza da Silva

14. Performances corporais e virtualizações do corpo – Valdemir de Oliveira e Odacy de Oliveira Souza.

19h – Abertura da exposição “Gravura Contemporânea: possibilidades de pensar a gravura na atualidade” – Proyecto Estampa / Uruguay e Ateliê de Gravura / UFSM

______________________________________________________________

5ª feira – Dia 10/09/2009
Local:
 Auditório “C” da Química

8h30 – 9h15 – Conferência da artista Claudia Casarino (Asunsión/Paraguai) “Cuerpo, moda y femenino en la obra de Claudia Casarino”
Intervalo café

10h30 – 11h15 – Conferência – Profa. Ms. Elza Hirata – Colégio Marista de Santa Maria
“Uma experiência no ensino-não formal: Tecelagem com mulheres presidiárias”
Coordenador de Mesa: Prof. Dr. Ayrton Dutra Corrêa

11h15 – 12h – Intervenção e Debate

14h – 18h – Comunicações

19h – Espetáculo teatral “Uma estória abensonhada” no Caixa Preta do CAL – baseado na obra de Mia Couto e dirigido por Eduardo Okamoto

______________________________________________________________

6ª feira – Dia 11/09/2009
Local: Auditório “C” da Química

8h – 12h – Comunicações

14h – 14h30 – Apresentação Musical

14h30 – 15h00 – Lançamento do Livro “Narrativas de ensino e pesquisa na educação da cultura visual”, organizado por Raimundo Martins e Irene Tourinho
Intervalo café

15h20 – 16h30 – Conferência – Prof. Dr. Marcos Villela Pereira – PUC/RS
“As artes no campo da Pedagogia”
Coordenador de Mesa: Profa. Dra. Cláudia Ribeiro Bellochio

16h30 – 17h – Intervenção e Debate

Inscrição

Inscrições prorrogadas até 30 de Julho!

Agenda de Inscrição e Seleção dos Trabalhos

MODALIDADE INSCRIÇÃO
Artigo Completo – Comunicação 15/06 à 30/07/2009
Análise da Comissão Científica 16/07 a 10/08/2009
Divulgação dos trabalhos selecionados
No site www.ufsm.br/ceac
A partir de 11/08/2009

Taxas de Inscrição

CATEGORIAS PERÍODO
COM COMUNICAÇÃO SEM COMUNICAÇÃO
ATÉ 30/06/09 De 1/07 à 30/07 ATÉ 30/07/2009
Docentes e demais profissionais R$ 60,00 R$ 65,00 R$ 30,00
Estudantes R$ 45,00 R$ 55,00 R$ 25,00

OBS: Após 31/07 somente inscrições sem comunicação no valor de R$ 40,00.

Cada participante poderá inscrever-se em até dois eixos temáticos, sendo apresentador em apenas um deles. A inscrição de trabalhos e participação no evento está condicionada a inscrição no mesmo, no caso do trabalho não ser selecionado a taxa de inscrição não será devolvida.

Depósito via conta bancária:

Informações bancárias para as inscrições:
Banco do Brasil:
Agência: 1484-2
Nº da Conta: 220528-9

A inscrição inclui:
– Participação nas atividades do programa
– Documentação/material publicado para o Congresso
– Certificado de Participação

A inscrição não inclui refeições e transportes.

Dispomos de alojamento para estudantes. Favor entrar em contato com a Comissão Organizadora.

Para formalizar a inscrição, é necessário o preenchimento e envio da ficha disponibilizada no link abaixo, juntamente com o comprovante de pagamento da inscrição digitalizado para o email: ufsmceac@gmail.com

Não serão aceitas inscrições que não incluam o pagamento ou o comprovante do mesmo!

 

Contato

UFSM/CE/LAV/CEAC

ufsmceac@gmail.com

Localização

anfiteatro C da química

Av. Roraima - 1000 - Camobi

Santa Maria - Rio Grande do Sul

Realização