Ir para o conteúdo PPGEE Ir para o menu PPGEE Ir para a busca no site PPGEE Ir para o rodapé PPGEE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

CAPES oferece bolsas de estudo para estrangeiros



Estrangeiros interessados em estudar no Brasil com apoio da CAPES têm até 18 de janeiro de 2021 para realizarem as inscrições. Serão concedidas até 50 bolsas de doutorado em programas de Pós-graduação reconhecidos pela Fundação, com conceito igual ou superior a quatro, em instituições de ensino superior brasileiras públicas ou privadas sem fins lucrativos. O edital foi lançado nesta quinta-feira, 03, no Diário Oficial da União.
 
Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação (PEC/PG) é uma parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O candidato deve ser cidadão de países com os quais o Brasil tem acordo de cooperação educacional ou cultural.
 
Os selecionados receberão bolsa de estudo mensal de R$ 2,2 mil durante 48 meses, assistência médica oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e o pagamento da passagem de retorno ao seu país de origem, desde que tenha concluído, com êxito, seus estudos no País. O bilhete de vinda para o Brasil ficará ao encargo do próprio aluno.
 
programa contribui para a capacitação acadêmica de estudantes, professores, pesquisadores e demais profissionais vindos de países em desenvolvimento. Para Benedito Aguiar, presidente da CAPES, essa ação “representa uma oportunidade de ampliação, por parte dos programas de pós-graduação, da estratégia da internacionalização no nosso País”.
 
Para se candidatar às bolsas, alguns requisitos precisam ser cumpridos: não ser cidadão brasileiro nem binacional, não residir no Brasil, apresentar Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras), ter currículo Lattes atualizado e plano de trabalho em língua portuguesa, além de duas cartas de recomendação e cadastro na plataforma ORCID.
 
Para Heloisa Hollnagel, diretora de Relações Internacionais, “a vinda desses estudantes, com sua cultura, sua tradição e sua estratégia de pesquisa, ajuda nossos alunos da pós-graduação a conhecerem formas de executar os seus resultados e discutir uma possível colaboração futura”.
 
Para mais informações acesse o edital.
 
(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES

Publicações Recentes