Ir para o conteúdo PPGERONTO Ir para o menu PPGERONTO Ir para a busca no site PPGERONTO Ir para o rodapé PPGERONTO
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Professoras do PPGeronto tem projeto aprovado pela FAPERGS em parceria com o CNPQ



A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul – FAPERGS em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, com o Ministério da Saúde e com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, divulgou na semana passada o resultado final da chamada Programa Pesquisa para o SUS: gestão compartilhada em saúde (PPSUS).

O PPSUS é um Programa estruturado pelo Decit/SCTIE/MS e parceiros, com a finalidade de apoiar e fortalecer o desenvolvimento de projetos de pesquisa que busquem soluções para as prioridades de saúde e atendam as peculiaridades e as especificidades de cada Unidade Federativa (UF).

A UFSM teve 5 projetos aprovados e, destes, 1 é do PPG em Gerontologia.
O projeto QUALIFICAÇÃO DA VIGILÂNCIA ALIMENTAR E NUTRICIONAL: UMA PROPOSTA DE EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE PARA MELHORIA DA QUALIDADE DA ATENÇÃO À SAÚDE NOS MUNICÍPIOS DO RIO GRANDE DO SUL de coordenação da Profª Vanessa Ramos Kirsten e vice-coordenação da Profª Greisse Leal, ambas docentes do Departamento de Alimentos e Nutrição e do PPG em Gerontologia. Este projeto, que conta com parceria de outros professores de Nutrição e Enfermagem da UFSM (campus sede e PM), da Coordenação da Política de Alimentação e Nutrição do estado do RS e outras universidades (Unipampa, UPF e Unijuí), pretende realizar educação permanente sobre vigilância alimentar e nutricional aos profissionais de saúde do estado por meio de modelos de aprendizagem híbridas e plataformas digitais. Além disso, pretende analisar a cobertura do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional na população idosa de municípios do Rio Grande do Sul e os fatores intervenientes na sua execução antes e após a realização do curso e criar um agente conversacional interativo com orientações sobre a VAN na prática para que possa ser utilizado de forma pública e gratuita aos profissionais da atenção primária em saúde.
De acordo com a Profª Vanessa Kirsten, a atual situação de saúde da população brasileira é marcada por uma intensa transição nutricional e demográfica com aumento expressivo da população idosa concomitante com as taxas de sobrepeso e obesidade e do consumo de alimentos ultraprocessados. A Vigilância Alimentar e Nutricional (VAN) assume um papel essencial no monitoramento e análise das condições alimentares e nutricionais da população usuária do Sistema Único de Saúde. Estudos têm demonstrado baixos registros destas informações em sistemas como o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional – SISVAN em especial na população idosa e que um dos principais fatores relatados foi a falta de capacitações sobre o componente de consumo alimentar e o uso dos dados coletados para subsidiar a atenção nutricional.
 

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes