Ir para o conteúdo PPGH Ir para o menu PPGH Ir para a busca no site PPGH Ir para o rodapé PPGH
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo
Publicado: 6 março 2015 - 14:26 | Última modificação: 5 junho 2019 - 15:10
Ouvir
CONGRESSO INTERNACIONAL BRASIL/PORTUGAL: DITADURAS, TRANSIÇÕES E DEMOCRACIAS

TÉCNICO-CIENTÍFICOS

Universidade Federal de Santa Maria, Auditório do CCSH - Santa Maria

06/04/2015 10:00 - 10/04/2015 19:30

Notícias do Evento congressointbrpt

Descrição

O Congresso Internacional “Brasil/Portugal: Ditaduras, Transições e Democracias” aborda questões fundamentais acerca dos processos de ditadura e de construções democráticas vividos e vivenciados em Brasil e Portugal. Reúne pesquisadores do Brasil, Portugal e Espanha que tem como objeto de análise temas como o Estado Novo, o golpe civil-militar de 1964, o Salazarismo, Repressão, a Descolonização, o papel dos Meios de Comunicação, a Transição Política, Redemocratização, entre tantos outros. No momento em que as sociedades (lusa e brasileira) se deparam com questões presentes acerca de suas estruturas políticas, de sua construção de memória e da herança do passado recente, os historiadores são chamados ao debate e as provocações acadêmicas sobre os referidos temas. Os convênios interinstitucionais entre a UFSM e a Universidade de Coimbra se tornam eficazes para garantir o encontro de historiadores especializados no tema “Ditaduras e Transições”, em forma de Congresso Internacional, a fim de qualificar o debate e o público alvo envolvido (docentes, discentes e técnico- administrativos da UFSM), professores das redes públicas e particulares, alunos da Educação Básica, lideranças, escritores, políticos. Dessa forma se aproximam debates e perspectivas de análises sobre as sociedades e os regimes políticos que vigoraram no passado histórico recente. Um Congresso Internacional que trate de um tema tão complexo, rico e profundo é de extrema importância na Busca de caminhos e alternativas que discutam a produção do conhecimento histórico e a sua aplicação no Ensino de História – formal e informal – possibilitando que se aprofundem os debates sobre a temática que envolve essa formação, inicial e continuada, pautada na necessidade de aproximar a formação teórica das práticas profissionais em sala de aula.

Número de vagas/participantes: 150 vagas

Vagas por Mini Cursos: 20 vagas

Comissão Organizadora

Prof. Dr. Diorge Alceno Konrad (UFSM)

Prof. Dr. Gilvan Veiga Dockhorn (UFSM/UDESSM)

Profª Drª Glaucia Vieira Ramos Konrad (UFSM)

Prof. Dr. Carlos Henrique Armani

Prof. Dr. Júlio Ricardo Quevedo dos Santos (UFSM)

Profª Drª Maria Medianeira Padoin (UFSM)

Prof. Dr. João Paulo Avelãs Nunes (CEIS20/FLUC/UC)

Conferencistas e Painelistas

Programação
06/04/2015 07/04/2015 08/04/2015 09/04/2015 10/04/2015
10h – Credenciamento 9h – 12h 
Minicursos
1 – Estado Novo, Autoritarismo e Totalitarismo
Prof. Dr. João Paulo Avelãs Nunes(FLUC/CEIS20)2- Transição e Memória do Franquismo
Prof. Ángel Rodriguez Gallardo (UV/CEIS20)
9h – 12h
Mini cursos
3 – História Oral
Prof. Miguel Cardina (CES/UC)4 Colonialismo e Pós-Colonialismo:
O Caso Português
Prof. Bruno Sena Martins (CES/UC)
9h – 12h 
Mini cursos
5 – Censura, Liberdade de Expressão
e Liberdade de Imprensa
Prof. Carlos Camponez(FLUC/CEIS20)6 – Educação em Portugal no Estado Novo
Prof. António Gomes Ferreira
9h – 12h
Mini cursos
7 – Ditadura, Democracia e Mudança Política
Prof. Rui Cunha Martins (FLUC/CEIS20)8 – Processos de Integração Regional
Prof. António Martins da Silva (FEPCEUC/CEIS20)
14h 30m – 18h
ABERTURA/MESA REDONDA
Os Fascismos e os Estados Novos
João Paulo Avelãs Nunes (FLUC/CEIS20)
UC – Gilberto Grassi Calil (UNIOESTE)
Angel Rodriguez Gallardo (UV/CEIS20)
Gláucia Ramos Konrad (UFSM)
Coord. Maria Medianeira Padoin (UFSM)
14h 30m – 18h 

História – Comunicações Coordenadas

14h 30m – 18h 

História – Comunicações Coordenadas

14h 30m – 18h 

História – Comunicações Coordenadas

14h 30m – 18h 

MESA REDONDA
COLONIZAÇÃO,DESCOLONIZAÇÃO
Bruno Sena Martins (CES/UC)
Júlio Quevedo (UFSM)
Profª Drª Beatriz Teixeira Weber (UFSM)

18h – Momento cultural

19:30 

CONFERÊNCIA DE ABERTURA
“O Estado Novo Português:
Solução Inevitável?”

Prof. Dr. João Paulo Avelãs
Nunes (FLUC/CEIS20)
Coord. Prof. Dr. Diorge Konrad (UFSM)

18h – Momento cultural

19:30 

MESA REDONDA
AS OPOSIÇOES `AS
DITADURAS
Miguel Cardina (CES/UC)
Diorge Konrad (UFSM)
Prof Dr Enrique Serra Padrós (UFRGS)
Coord. Prof Dr Carlos Camponez (FLUC/CEIS20)

18h – Momento cultural

19:30 

MESA REDONDA
AS TRANSIÇÕES PORTUGAL,
ESPANHA e BRASIL

Rui Cunha Martins (FLUC/CEIS20)
António Martins da Silva (FLUC/CEIS20)
Gilvan Veiga Dockorn (UFSM/UDESSM)
Coord. Prof. Dr.Carlos Armani (UFSM)

18h – Momento cultural

19:30

MESA REDONDA
Educação e Media em Democracia

Carlos Camponez (FLUC/CEIS20)
Antonio Gomes Ferreira (FPCEUC/CEIS20)
Carla Luciana Souza da Silva (UNIOESTE)
Coord. Prof. Dr. João Paulo Avelãs Nunes (FLUC/CEIS20)

18h – Momento Cultural

19:30 

CONFERENCIA DE ENCERRAMENTO

“Governação e Democracia na União Européia”
Prof Dr Antonio Martins
da Silva(FLUC/CEIS20)
Coord. Prof Dr Ricardo A. Silva
Seitenfus (UFSM)

MESAS DE COMUNICAÇÕES COORDENADAS (APRESENTAÇÕES DE TRABALHO)

MESA 1 – 07/04/2014 – Sala 2375 – CCSH – Campus-UFSM – Prédio 074-A 

Coordenadora de Mesa – Prof. Dra. Glaucia Vieira Ramos Konrad (UFSM)

01 – 14h00min – O Hispanismo e a Aproximação Luso-Brasileira na Revista América Brasileira (1921-1924) – Clarice Caldini Lemos (UFSC)
02 – 14h15min – A guerra colonial e as oposições ao Estado Novo – Miguel Cardina (CES/ Universidade de Coimbra)
03 – 14h30min – Um Poeta nas Trincheiras da Constitucionalista Filipetto – Luana Bortoluzzi  e Glaucia Vieira Ramos Konrad (UFSM)
04 – 14h45min – Realidade Social na Imprensa Trotskista Brasileira dos Anos 1930 – Roberto Borges Lisboa (UFSM)
05 – 15h00min – Estado Novo no Rio Grande do Sul (1937-1945): Sociedade Vigiada, Sociedade Censurada – Glaucia Vieira Ramos Konrad (UFSM)
06 – 15h15min – A Família Trabalhadora e a Ditadura Civil-Militar do Estado Novo (1937-1945): Entre o Benefício Social e a Instrumentalização Política – Fábio Roberto Wilke e Glaucia Vieira Ramos Konrad (UFSM)
07
– 15h30min – “Estado Novo”: a Condição Política e Social dos Trabalhadores Perante o Sindicato Único no Período Ditatorial Varguista – Ricardo Aguirre de Moraes e Glaucia Vieira Ramos Konrad (UFSM)
–15h45min às 16h15min – Debate
–16h15min às 16h30min – Intervalo
08 – 16h30min – Perspectivas Eugênicas e Estado Novo Brasileiro – Jóice Anne Alves Carvalho (UFSM)
09 – 16h45min – Memória do Confisco da “Cultura”: Lembranças dos Descendentes de Imigrantes Alemães na Colônia de Neu-Württemberg Durante o Estado Novo – Denise Verbes Schmidt (UFSM)
10 – 17h00min – “Entre Atos Heroicos e Infames: a Escrita Biográfica de Valentim Benício da Silva no Estado Novo – Priscila Roatt de Oliveira (UFSM)
11 – 17h15min – Nação e Autoritarismo: Alberto Torres e a Construção da Nação – Simone Maciel Margis e Débora dos Santos Botlender (UFSM)
12 – 17h30min – Discurso Racial e Ensino do Canto Orfeônico no Estado Novo: uma Análise a Partir da Obra de Heitor Villa-Lobos – Roberta Specht (UFSM)
13
– 17h45min – Nação e Nacionalismo no Brasil (1950/1960) – Ricardo Oliveira da Silva (UFMS)
– 17h45min às 18h15min – Debate

MESA 2 – 07/04/2014 – Sala 2373 – CCSH – Campus-UFSM – Prédio 074-A 

Coordenador de Mesa – Prof. Dr. Gilvan Veiga Dockhorn (UDESSM-UFSM)

01 – 14h00min – O Trauma como Discurso Transgeracional: o Caso Espanhol – Ángel Rodriguez Gallardo (Universidade de Vigo/CEIS20-Universidade de Coimbra)
02 – 14h15min – A Reformulação da Política de Segurança Nacional da Ditadura Civil-Militar (1969-1974): o Papel do Conceito Transições e Democracia Estratégico Nacional – Diego Oliveira de Souza (UFSM)
03 – 14h30min – Guerra Colonial e Revolução – Bruno Sena Martins (CES/ Universidade de Coimbra)
04 – 14h45min – Do Controlo à Regulação: o Papel do Estado na Estruturação da Profissão de Jornalista em Portugal – Carlos Camponez (FL Universidade de Coimbra/CEIS20)
05 – 15h00min – Cinema em Tempos de Repressão: Reflexões sobre a Obra de Franco Solinas – Alexandre Maccari Ferreira (UFSM-UNIFRA)
06 – 15h15min – A Ditadura Chilena Através da Memória. Uma Relação Causal Entre Testemunho e História fo Pós-Golpe no Chile Entre 1973 e 1980. Rafaella De Aguiar Coradini e Vítor Otavio Fernandes Biasoli (UFSM)
07
– 15h30min – A Transição Política no Brasil Através da Perspectiva Portuguesa – Gilvan Veiga Dockhorn (UDESSM – UFSM)
– 15h45min Às 16h15min – Debate
– 16h15min Às 16h30min – Intervalo
08 – 16h30min – O Colapso da Economia Brasileira no Início da Década de 1980: Considerações Sobre a Informalidade no Setor Trabalhista – Matheus Rosa Pinto (UFSM)
09 – 16h45min – A Educação Profissional na Nova República: o Caso do Colégio Técnico Industrial de Santa Maria – Roselene Gomes Pommer (UFSM)
10 – 17h00min – O Direito à Memória e as Narrativas Testemunhais como Formas de Efetivação de Direitos Humanos – Natália Centeno Rodrigues e Francisco Quintanilha Véras Neto (FURG)
11
– 17h15min – Crítica da problemática transicional – Rui Cunha Martins (FLUC Universidade de Coimbra/CEIS20)
– 17h30min às 18h00min – Debate

MESA 3 – 08/04/2014 – Sala 2375 – CCSH – Campus-UFSM – Prédio 074-A

Coordenador de Mesa – Prof. Dr. Diorge Alceno Konrad (UFSM).

01 – 14h00min – O “Santa Maria” no Olho do Furacão: Resistências ao Salazarismo em 1961- Yuri Rosa De Carvalho (UFSM)
02 – 14h15min – O Apoio Civil ao Golpe de 1964 Mateus da Fonseca Capssa Lima (UNISINOS)
03 – 14h30min – Golpe de 1964: Contingência ou Necessidade Histórica? – Gilberto Calil (UNIOESTE)
04 – 14h45min – O Processo de Expulsão de Trabalhadores do Campo em São Sepé Durante a Ditadura Civil-Militar – Felipe Rios Pereira e Diorge Alceno Konrad (UFSM)
05 – 15h00min – Políticas Desenvolvimentistas Brasileiras e a Disseminação de Distritos Industriais no Rio Grande do Sul Durante a Década de 1970 – Bruna Lima e Diorge Alceno Konrad (UFSM)
06 – 15h15min – Resistência e Distensão: a Ditadura Civil-Militar no Brasil (1974-1979) – Diorge Alceno Konrad (UFSM)
07
– 15h30min – Um Olhar Sobre a Ditadura Civil-Militar: a Luta Pela Democracia na Distensão no Rio Grande do Sul (1974-1979) – Tamiris Carvalho, Yan Giuliani e Diorge Alceno Konrad (UFSM)
– 15h45min Às 16h15min – Debate
– 16h15min Às 16h30min – Intervalo
08 – 16h30min – Políticas Educativas em Portugal Antes e Depois do 25 de Abril de 1974 – António Gomes Ferreira (FPCE/Universidade de Coimbra/CEIS20)
09 – 16h45min – A Revolução de Abril na Imprensa Brasileira – Carla Luciana Silva (UNIOESTE)
10 – 17h00min – Dom José Ivo Lorscheiter e a Ditadura Civil-Militar Brasileira (1964-1985) – Thiago Alves Torres e Marta Rosa Broin (UFSM)
11 – 17h15min – Reforçando Modelos: o Discurso da Revista “Rainha” Sobre a Família Durante a Ditadura Civil-Militar – Julia do Carmo da Silva (UFSM)
12 – 17h30min – A Formação dos Movimentos Sociais Comunitários Durante a Ditadura Civil-Militar no Brasil: o Caso do Bairro Mathias Velho no Município de Canoas – Rio Grande do Sul – Odilon Kieling Machado e Julio Ricardo Quevedo dos Santos (UFSM)
13 – 17h45min – A Participação das Mulheres na Formação do Partido dos Trabalhadores em Santa Maria (1979-1993) – Aline Silveira Flores (UFSM)
17h45min às 18h15min – Debate

MESA 4 – 09/04/2014 – Sala 2375 – CCSH – Campus-UFSM – Prédio 074-A 

Coordenador de Mesa – Prof. Dr. Diorge Alceno Konrad (UFSM).

01 – 14h00min – Os Generais Ditadores (1964-1985) como Presidentes de Honra do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) – Ivan Rodrigo Trevisan (PUC-RS)
02 – 14h15min – Mulher, Literatura e Ditadura: uma Leitura de Tropical Sol da Liberdade, de Ana Maria Machado – Camila Marchesan Cargnelutti (UFSM)
03 – 14h30min – Vestígio e Melancolia em Tropical Sol da Liberdade, de Ana Maria Machado – Ana Cláudia de Oliveira da Silva (UFSM)
04 – 14h45min – O Autoritarismo Político e a Ditadura Militar em Uma Varanda sobre o Silêncio – Cristiane Aparecida Da Rosa Rossi e Luciana Ferrari Montemezzo (UFSM)
05 – 15h00min – Histórias “Em Liberdade” – Juliana Prestes De Oliveira (UFSM)
06 – 15h15min – As Memórias e a H(H)Istória do Ano da Morte de Ricardo Reis – Amanda L. Jacobsen de Oliveira (UFSM)
07
– 15h30min – Um Estudo sobre a Psicanálise no Brasil Durante o Período Ditatorial – Aline Librelotto Rubin (UFSM)
– 15h45min Às 16h15min – Debate
– 16h15min Às 16h30min – Intervalo
08 – 16h30min – Renovação da Consciência Nacional: Apontamentos para uma Análise de São Bernardo – Maria Iraci Cardoso Tuzzin (UFSM)
09 – 16h45min – Entre Ficção e História (Ou o Pessoal e Coletivo): Lobo Antunes e a Narrativa do Império Derrotado – Ronan Simioni (UFSM)
10 – 17h00min – O Esplendor de Portugal: Vivências de uma Guerra – Camila Savegnago Martins (Unesp) e Raquel Trentin Oliveira (UFSM)
11 – 17h15min – Livros didáticos: uma ferramenta ideológica a serviço do Estado Jéssica Fernanda Arend, Calison Eduardo Santos Pacheco e Diorge Alceno Konrad (UFSM)
12 – 17h30min – Estratégias de Agendamento: Cobertura da “A Razão” Sobre o Projeto Rondon – 1968 a 1971 – Daiane Tonato Spiazzi (UFSM)
13
– 17h45min – O Projeto Econômico do Front National: Jean-Mari Le Pen e a Defesa do Ultraliberalismo (1980 – 1995) – Guilherme Ignácio Franco De Andrade (PUC-RS)
– 18h00min às 18h30min – Debate

MESA 5 – 09/04/2014 – Sala 2373 – CCSH – Campus-UFSM – Prédio 074-A 

Coordenador de Mesa – Mestrando Fábio Roberto Wilke (UFSM).

01 – 14h00min – Como se Escreveu a Revolução Farroupilha – Fabrício Antônio Antunes Soares (UFRGS)
02 – 14h15min – A Última Carta de Koseritz: Repressão na Aurora da República – Carlos Eduardo Piassini (UFSM)
03 – 14h30min – A Assimilação no Brasil na Primeira Metade Do Século XX por Emílio Willems – Marlete Golke (UFSM)
04 – 14h45min – Três Mártires: a Descolonização de Mantova na Itália e a Colonização Destes Povos na Quarta Colônia Italiana – Saulo Felin e Júlio Ricardo Quevedo dos Santos (UFSM)
05 – 15h00min – O Pentecostalismo em Santa Maria/RS – Adriano Sequeira Avello e Marta Rosa Borin (UFSM)
06
– 15h15min – Santa Maria: Terra da Magia – Sandra Michele Roth Eckardth (UFSM)
– 15h30min às 16h00min – Debate
– 16h00min às 16h15min – Intervalo
07 – 16h15min – Perseguição e Candomblé: Apontamentos sobre Resistência e Litígio no Brasil – Gilvan Silveira Moraes e Júlio Ricardo Quevedo dos Santos (UFSM)
08 – 16h30min – Religiosidades de Matriz Africana em Santa Maria: Identificando Redes Sociais e Re-Significando a Imagem da Cidade – Marta Rosa Borin, Julio Quevedo dos Santos, Gilvan de Moraes e Sandra Michelle Roth Eckhardt (UFSM)
09 – 16h45min – A Importância da Lei 10.639/03: Novas Diretrizes para o Ensino de História – Bianca Lopes Brites, Gilvan Silveira Moraes e Júlio Ricardo Quevedo dos Santos (UFSM)
10 – 17h00min – Movimentos e Rupturas: as Vozes do Hip Hop –  Tatiana Aparecida Moreira (UFES)
11 – 17h15min – “No Cu de Judas, Oculto por uma Farda de Camuflado”: os Cus de Judas e a Revisão da História – Camila Stefanello (UFSM)
12
– 17h30min – Midialivrismo, Redes e Democracia – Atílio Alencar de Moura Corrêa (UFSM)
– 17h30min às 18h00min – Debate

Contato

Centro de Ciências Sociais e Humanas – CCSH
Prédio 74A – Sala 101 / 104

+55 (55) 3220-9549

congressobrasilportugal@gmail.com

Localização

Universidade Federal de Santa Maria, Auditório do CCSH

Av. Roraima - 1000 - Camobi

Santa Maria - Rio Grande do Sul

Realização