Ir para o conteúdo PPGMV Ir para o menu PPGMV Ir para a busca no site PPGMV Ir para o rodapé PPGMV
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

PPGMV ATUA NO COMBATE À PANDEMIA DO CORONAVÍRUS



Desde 2020, o mundo enfrenta uma pandemia desencadeada pela alta exposição e transmissão do vírus Sars-Cov-2, conhecido popularmente como coronavírus. Com a suspensão das atividades presenciais dentro da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), o Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária (PPGMV) adaptou-se, desenvolvendo, junto às diretrizes da UFSM, alternativas ao aprendizado dos alunos e andamento das pesquisas. Além disso, os laboratórios vinculados ao PPGMV foram, e são atuantes dentro das pesquisas no combate à pandemia.

Médico Veterinário e professor titular do PPGMV, Eduardo Flores, destaca que o Laboratório de Virologia foi determinante durante o período em que estamos vivendo. “Participamos da força-tarefa montada pela Reitora da UFSM, realizando o diagnóstico do COVID-19, em parceria com o Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM).”, destaca. Por possuir os equipamentos e pessoal necessários, o Laboratório de Virologia testou, durante um ano, mais de 40 mil amostras de hospitais e postos de saúde de todos os 37 municípios da região central. “Acredito que é a principal atividade de extensão realizada pelo PPGMV em toda a sua história, por conta do impacto em saúde pública.”, afirma Flores.

Em termos de pesquisa, Eduardo Flores afirma que, mesmo com as atividades presenciais suspensas, o PPGMV seguiu desenvolvendo inovações dentro de seus laboratórios. “Historicamente, o laboratório de virologia, por exemplo, trabalhava com pesquisas analisando vírus de animais. Com o surgimento da pandemia, passamos a trabalhar, também, com o Sars-Cov-2 em humanos.”, destaca. Atualmente, o laboratório desenvolve duas pesquisas importantes na área: uma trabalha no desenvolvimento de técnicas que detectem, em um mesmo teste, diversas doenças respiratórias causadas por vírus, como Influenza e COVID-19; a outra pesquisa, em parceria com a FioCruz, irá sequenciar os genomas de amostras de pacientes, com o objetivo de detectar o surgimento de variantes da doença.

Publicações Recentes