Ir para o conteúdo PPGQ Ir para o menu PPGQ Ir para a busca no site PPGQ Ir para o rodapé PPGQ
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

O Teatro do Centro de Convenções da UFSM está na capa da EurJOC



O Teatro do Centro de Convenções da UFSM, palco de congressos, jornadas acadêmicas, festivais internacionais, espetáculos de teatro, dança, concertos, recitais da universidade e da cidade de Santa Maria, está estampado na capa de uma das principais revistas científicas europeias da área de Química. Isso porque o interior do teatro foi o cenário utilizado na capa de divulgação de artigo científico publicado na European Journal of Organic Chemistry (Wiley – VCH). A capa foi um convite feito para os pesquisadores do Núcleo de Química de Heterociclos (NUQUIMHE) do Departamento de Química da UFSM para demonstrar um estudo publicado. Abaixo segue a capa oficial e descrição.

 

 

Conformer Distribution in Rotaxanes Containing Nonsymmetric Threads: A Systematic Approach

Tainára Orlando, Paulo R. S. Salbego, Geórgia C. Zimmer, Anderson B. Pagliari, Caroline R. Bender, Leticia V. Rodrigues, Helio G. Bonacorso, Nilo Zanatta, Jose Berná, Marcos A. P. Martins*

European Journal of Organic Chemistry

DOI: 10.1002/ejoc.201800991   

First published:  3 September 2018

The Cover Feature shows the threads and rotaxanes, the actors in the play “Conformer Distribution”. The plot will present the story of how the conformers distribution changes when the threads are involved by the macrocycle in the rotaxane formation. The theater acts will present different approaches in the solution, solid state and crystal. After the various acts, the audience will be lead to the climax story and the final resolution. The Rectory of the UFSM is kindly acknowledged for the theater picture image. More information can be found in the Full Paper by M. A. P. Martins et al..

 

“A capa apresenta os filamentos e rotaxanos como atores da peça ‘Distribuição Conformacional’. O enredo apresentará a história de como a distribuição conformacional muda quando os filamentos são envolvidos pelo macrociclo na formação da molécula de rotaxano. Os atos da peça apresentarão diferentes abordagens no estado líquido, sólido e no cristal. Depois dos vários atos, a plateia será levada ao clímax da história e a resolução final. Gentilmente agradecemos a reitoria da UFSM pela imagem do teatro. Mais informações podem ser encontradas no artigo completo do M. A. P. Martins et al.”

A importância de moléculas entrelaçadas, como os rotaxanos, ficou evidenciada quando em 2016 foi concedido o Prêmio Nobel de Química aos cientistas James F. Stoddart (USA), Jean-Pierre Sauvage (França) e Bernard L. Feringa (Holanda) que dedicaram suas pesquisas ao planejamento, síntese e funcionamento de máquinas moleculares. Para os cientistas e estudantes do NUQUIMHE, o prêmio Nobel de Química de 2016 representou um grande incentivo, tendo como consequência o reconhecimento, por parte da comunidade científica e do público, a importância deste tema na atualidade.

As máquinas moleculares são estruturas constituídas por moléculas entrelaçadas, que são formadas por dois ou mais componentes moleculares. Os rotaxanos são formados por um componente molecular linear que funciona como um eixo e, encaixado nele, há um outro componente na forma de ciclo que funciona como uma roda. Os componentes moleculares são entrelaçados por meio uma ligação mecânica, que permite o movimento de um componente molecular em relação ao outro, mas impede a dissociação dos mesmos. 

A existência da ligação mecânica é a condição essencial para que um componente molecular possa se mover rapidamente em relação ao outro, caracterizando assim a chamada máquina molecular. Alguns movimentos podem ser induzidos por estímulos externos, como a mudança de pH, variação da temperatura, ou por incidência de luz. Assim, essas máquinas moleculares mimetizam movimentos executados por máquinas do nosso cotidiano. Abaixo seguem imagens ilustrativas dos rotaxanos.

 

 

 

No NUQUIMHE já foram defendidas 2 teses de doutorado e 1 de mestrado, bem como publicados 5 artigos em revistas internacionais de alto impacto e, atualmente, há 1 tese de doutorado e 2 dissertações de mestrado em andamento focadas nessa temática. Os integrantes do NUQUIMHE agradecem ao convite feito pela revista, e entendem que o convite é o reflexo do empenho e cooperação entre cientistas e estudantes do grupo.

E não esqueça de curtir a página do grupo no facebook: https://www.facebook.com/nuquimhe


Notícia vinculada a


Publicações Recentes