Ir para o conteúdo PPGRI Ir para o menu PPGRI Ir para a busca no site PPGRI Ir para o rodapé PPGRI
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Segunda edição do REAO promoveu ciclo de oficinas sobre aspectos da cultura yorùbá



No último sábado, 22 de outubro, foi realizada a segunda edição do projeto de extensão Repensando a África e o Oriente Médio (REAO), em parceria com o Diretório Acadêmico de Relações Internacionais Oswaldo Aranha (DARI-OA). As atividades integraram a programação da VII Semana Acadêmica de Relações Internacionais (VII SARI UFSM) e contaram com o apoio do Departamento de Economia e Relações Internacionais (DERI-UFSM), da Seção Sindical dos Docentes da UFSM (SEDUFSM), do Museu Treze de Maio e do GT Negros. Nesta edição, o REAO promoveu um ciclo de oficinas sobre cultura, música e dança yorùbá, que foram ministradas por Ìdòwú Akínrúlí, artista de nacionalidade nigeriana residente há cinco anos no Brasil e responsável pela ÌLÚ AKIN.

A primeira atividade, realizada no período da manhã, teve como objetivo colocar os participantes em contato com a cultura e o idioma yorùbá, trabalhando questões sobre o alfabeto, os números e as saudações da língua. O artista e professor também mencionou alguns aspectos culturais de seu povo e de seu país, a Nigéria, como o processo de escolha do nome dos filhos, o respeito aos anciões e o funcionamento do sistema educacional nigeriano.

As oficinas da tarde foram realizadas no auditório do SEDUFSM, e promoveram experiências práticas sobre música e dança. Os participantes aprenderam a história e importância dos tambores para a cultura yorùbá, que são instrumentos que, para além da música, tem um importante papel religioso e de comunicação. Ìdòwú também instruiu os participantes na experimentação dos instrumentos, ensinando diferentes ritmos da tradição. A oficina de dança ensinou alguns passos e familiarizou os participantes com os ritmos e danças da cultura yorùbá.

Com a experiência de um produtivo ciclo de oficinas sobre cultura yorùbá, encerramos mais uma edição do REAO, que cumpre seu objetivo, nessa edição, de promover e ampliar os debates críticos e vivências em aspectos da cultura e sociedade africana e afro-brasileira junto à comunidade de Santa Maria e região e da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Agradecemos a todos os participantes e apoiadores pelo sucesso desta edição.

Confira as fotos:

{djmedia 27}

Notícia vinculada a


Publicações Recentes