Ir para o conteúdo NPEA Ir para o menu NPEA Ir para a busca no site NPEA Ir para o rodapé NPEA
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita
Início do conteúdo

Geração de empregos formais e renda nos municípios do Corede Celeiro-RS



Com o objetivo de analisar o processo de geração de emprego e renda no Corede Celeiro-RS, buscamos nas estatísticas públicas mais recentes do Programa de Disseminação das Estatísticas do Trabalho (PDET-RAIS) o quantitativo de empregos formais (celetistas e estaturários) dos municípios de Barra do Guarita, Bom Progresso, Braga, Campo Novo, Chiapetta, Coronel Bicaco, Crissiumal, Derrubadas, Esperança do Sul, Humaitá, Inhacorá, Miraguaí, Redentora, Santo Augusto, São Martinho, São Valério do Sul, Sede Nova, Tenente Portela, Tiradentes do Sul, Três Passos e Vista Gaúcha.

Um dado a ressaltar é que em dezembro/2017, os setores público e privado geraram  23.240 empregos, o que representou aproximadamente R$ 44,16 milhões em salários mensais, com uma média de R$ 1.900,08 por trabalhador.

Conforme já destacado em nossa coluna da semana passada (https://www.observadorregional.com.br/noticia/21889/desenvolvimento-uma-tarefa-de-todos), o setor público é um dos maiores empregadores da região.

Conforme é possível observar na Tabela 1, o setor de comércio e serviços (terciário) é responsável por 77% dos empregos e 81% da remuneração total, com média salarial de R$ 2.002,18 por funcionário.

Tabela 1. Geração de empregos formais e renda nos municípios do Corede Celeiro-RS

Setor da Economia Vínculos Ativos Remuneração (em R$) Remuneração Média (em R$)
Total Participação Total Participação
Setor primário 1.218 5% 2.234.068,00 5% 1.834,21
Setor secundário 4.117 18% 6.074.720,00 14% 1.475,52
Setor terciário 17.905 77% 35.849.011,00 81% 2.002,18
Total 23.240 100% 44.157.798,00 100% 1.900,08

Fonte: Elaboração própria, com base em dados do Ministério do Trabalho (2018).

Entre as atividades que mais geraram postos formais de trabalho, destacam-se a “Administração pública em geral”, “Abate de suínos, aves e outros pequenos animais”, “Atividades de atendimento hospitalar”, “Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – hipermercados e supermercados”e “Comércio atacadista de soja”, conforme é possível observar na Figura 1.

Fonte: Elaboração própria, com base em dados do Ministério do Trabalho (2018).

Os municípios campeões em geração de empregos na “Administração pública em geral” são Três Passos, Santo Augusto, Crissiumal, Tenente Portela e Redentora, conforme é possível observar na Figura 2.

Fonte: Elaboração própria, com base em dados do Ministério do Trabalho (2018).

No segmento de Abate de suínos, aves e outros pequenos animais, segundo maior do Corede Celeiro-RS, Três Passos e Miraguaí agregam a totalidade dos empregos formais, o primeiro com 891 e o segundo com 702. Por outro lado, Tenente Portela, Três Passos e Santo Augusto respondem por 84% dos epregos gerados nas atividades de atendimento hospitalar, conforme é possível observar na Figura 3.

Fonte: Elaboração própria, com base em dados do Ministério do Trabalho (2018).

No setor de comércio de alimentos – hiperercados e supermercados, Três Passos, Santo Augusto, Crissiumal, Campo Novo, São Martinho, Redentora e Braga repondem por 72% dos 805 postos de trabalho, conforme podemos verificar na Figura 4.

Fonte: Elaboração própria, com base em dados do Ministério do Trabalho (2018).

As demais atividades mais relevantes para a geração de empregos formais, são distribuídas conforme Tabela 2, a seguir. Nesta, é possível observar a importância do comércio atacadista de soja para Campo Novo, Tenente Porte, Santo Augusto, Redentora e Três Passos; o destaque do comércio varejista de vestuário e assessórios e do transporte rodoviário de cargas para Três Passos; a importância da fabricação de calçados de couro para Crissiumal e do cultivo de soja para Santo Augusto e Chiapetta.

 

Tabela 2. Geração de empregos formais e renda nos municípios do Corede Celeiro-RS

Município Comércio atacadista de soja Comércio varejista – vestuário e acessórios Transporte rodoviário de carga Fabricação de calçados de couro Cultivo de soja
Campo Novo 144 16 35 0 29
Tenente Portela 112 85 32 0 3
Santo Augusto 66 84 36 0 185
Redentora 63 10 1 0 8
Três Passos 48 289 144 0 0
Coronel Bicaco 40 9 2 0 68
Crissiumal 35 64 29 449 4
Humaitá 27 17 2 43 11
São Martinho 23 14 89 0 22
Braga 20 2 2 0 7
Tiradentes do Sul 19 14 2 0 5
Bom Progresso 17 3 0 0 11
Sede Nova 15 9 36 0 6
Inhacorá 12 1 0 0 17
Chiapetta 11 7 9 0 111
Miraguaí 6 9 21 0 0
São Valério do Sul 6 3 0 0 0
Derrubadas 5 0 6 0 0
Vista Gaúcha 2 3 51 0 0
Barra do Guarita 0 3 3 0 0
Esperança do Sul 0 0 0 0 1
TOTAL COREDE 671 642 500 492 488

Fonte: Elaboração própria, com base em dados do Ministério do Trabalho (2018).

Diante destes números, observa-se a importância dos segmentos de comércio e serviços para a geração de empregos no Corede Celeiro e de cada atividade, que por menor que seja, contribui para a geração de emprego nesta que é uma das regiões onde a indústria é menos presente.

 

Prof. Dr. Nilson Luiz Costa

Originalmente publicado em Observador Regional.


Publicações Recentes