Ir para o conteúdo UFSM Ir para o menu UFSM Ir para a busca no portal Ir para o rodapé UFSM
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

TERAPIA OCUPACIONAL E SUAS POSSIBILIDADES DE ATUAÇÃO EM UMA REDE INTERSETORIAL PARA COMBATER A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO MEIO RURAL

TERAPIA OCUPACIONAL E SUAS POSSIBILIDADES DE ATUAÇÃO EM UMA REDE INTERSETORIAL PARA COMBATER A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO MEIO RURAL

Pesquisa Em Atividade

Apresentação

A violência doméstica rural é um problema social gravíssimo na sociedade brasileira que não é devidamente reconhecido, estudado e combatido. A presente pesquisa possui como objetivo elaborar teoricamente possíveis redes de atenção intersetorial e linhas de cuidado à luz da Terapia Ocupacional para acolher mulheres vítimas de violência da zona rural da região extremo-oeste de Santa Catarina. Esse estudo é classificado metodologicamente como qualiquantitativo ou misto com finalidade exploratória. As informações utilizadas para a construção deste trabalho serão coletadas por meio de um questionário online semiaberto destinado para mulheres da zona rural vítimas de violência doméstica que contém perguntas abertas e de múltipla escolha e uma entrevista remota despadronizada ou não estruturada por meio de voz, vídeo ou escrita com mulheres vítimas de violência doméstica rural e profissionais que atuam com essa problemática. A análise quantitativa será realizada pelo software MAXDA e a qualitativa por meio da Análise do Discurso. Espera-se com esta pesquisa contribuir para o acolhimento efetivo das mulheres vítimas de violência que residem no meio rural a partir da elaboração de estratégias específicas e intersetoriais com base nos conhecimentos específicos da Terapia Ocupacional, além de visibilizar este tema tanto na academia quanto na sociedade, visto que ele ainda não é reconhecido e não se configura como um descritor de palavra-chave, e inaugurar mais um campo de atuação da profissão.