Ir para o conteúdo LINCE Ir para o menu LINCE Ir para a busca no site LINCE Ir para o rodapé LINCE
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Aparelhos com Android antigo podem perder acesso a vários sites em 2021



Celulares com Android 7.1.1 ‘Nougat’ ou inferior, deixarão de acessar vários sites a partir do ano que vem; o certificado de segurança Let’s Encrypt, usado em 30% dos sites seguros na web, deixarão de ser reconhecidos por tais aparelhos

De todos os dispositivos Android em atividade do mundo, pelo menos 33,8% rodam a versão do sistema 7.1.1 , conhecido como Nougat, ou outra versão inferior. A partir do ano que vem, esses aparelhos não vão mais conseguir acessar sites que usam certificados de segurança da Let’s Encrypt, organização que oferece licenças essenciais para que os sites disponíveis na web sejam reconhecidos como seguros em navegadores e apps.

Basicamente, esses certificados podem ser comparados com uma assinatura digital, que é usada para atestar que aquela página exibida é legítima. Com isso, se o certificado for inválido ou não existir, o navegador não conseguirá abrir o endereço.

Esse tipo de certificado usa um processo automático que faz a checagem, e depois utiliza uma confirmação cruzada entre certificados Let’s Encrypt e IdenTrust.

O Iden Trust, possui um tipo de segurança com um certificado provisório, o DST Root X3, que está presente nos Androids mais antigos, e que a partir de 11 de janeiro deixará de funcionar, já que ele será desativado, e tem previsão para encerrar suas atividades de vez no dia 1º de setembro de 2021.

Na prática, isso significa que os navegadores e apps dos Androids mais antigos não conseguirão chegar o certificado de legitimidade, e com isso poderão considerar que a página é ofensiva ou falsa, resultando no bloqueio da página.

Possível solução no momento

Infelizmente, a realidade é que o problema só poderia ser corrigido com uma atualização, algo que não deve acontecer para esses modelos mais velhos.

Como sugestão para aqueles que ainda utilizam aparelhos com a versão Nougat do Android, utilizar o navegador Firefox pode ser a única solução nesse momento. Esse navegador roda em qualquer versão do Android superior à 5.0 e tem uma base de certificados própria.

Isso deve ajudar a contornar o problema de acesso a internet de forma direta. No entanto, aqueles apps que tem o sistema de exibição das páginas na web de forma embutida, não poderão ser solucionados.

A única opção, portanto, e que resolve o problema de forma definitiva, é trocar de aparelho para um que tenha uma versão do Android mais recente.

 

Fonte: por Adailton Bonaventura, em Oficina da Net

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes