Ir para o conteúdo Revista Arco Ir para o menu Revista Arco Ir para a busca no site Revista Arco Ir para o rodapé Revista Arco
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Tempo geológico



O planeta Terra tem cerca de 4,5 bilhões de anos. Para entender melhor sua história, os cientistas dividem o tempo geológico em cinco níveis de classificação, chamadas unidades cronoestratigráficas: éons, eras, períodos, épocas e idades.

 

Os éons são grandes e indeterminados espaços de tempo e estão divididos em quatro classificações: fanerozoico (últimos 542 milhões de anos), proterozoico, arqueano e hadeano. Deles, apenas o hadeano não é dividido em eras. As eras são caracterizadas conforme as diferentes posições dos continentes, dos oceanos e dos seus seres vivos. Dentro das eras estão divididos os períodos. As épocas, por sua vez, são divisões dentro dos períodos e são divididas em idades.

 

Segundo os pesquisadores, vivemos atualmente no período Quaternário da era Cenozóica. Nesta sétima edição, as reportagens do Dossiê são relacionadas aos estudos paleontológicos desenvolvidos pelo Centro de Apoio à Pesquisa Paleontológica (CAPPA) da UFSM. Os pesquisadores do CAPPA trabalham com os achados fósseis do período Triássico ( cerca de 250 a 200 milhões de anos atrás).

 

O Triássico é o primeiro dos três períodos que compõem a era Mesozoica, os que se seguem são chamados de Jurássico e Cretáceo. No Jurássico, os dinossauros dominavam, contudo no Cretáceo eles foram extintos.  

 

Antes disso existiu o Permiano, último período da era Paleozóica, quando aconteceu a união das massas da terra. Essas massas formaram um grande continente chamado Pangeia e um grande oceano que a rodeava chamado Pantalassa.

 

Repórter: Paola Dias e Luan Romero
Infografia: Juliana Krupahtz


Publicações Recentes