Ir para o conteúdo Revista Arco Ir para o menu Revista Arco Ir para a busca no site Revista Arco Ir para o rodapé Revista Arco
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Você sabia que a população mundial está perto de atingir a marca de 8 bilhões de pessoas?

Conheça as causas e os efeitos do crescimento demográfico mundial



Atualmente, são mais de 7,9 bilhões de pessoas que compõem a população mundial. O número, que em 2021 era de 7,8 bilhões, tende a continuar crescendo. Os dados são do Institut National D’Etudes Démographiques (Instituto Nacional de Estudos Demográficos) da França. Gilda Benaduce, professora do Departamento de Geociências da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), pesquisa a área de geografia humana e população mundial. Ela afirma que, apesar de que o crescimento demográfico teve um salto de um bilhão em apenas onze anos, esse é um processo que se desenvolve desde 1974. “São os efeitos das melhorias em saúde e em infraestrutura tanto dos países desenvolvidos quanto daqueles em desenvolvimento”, ressalta.

Descrição da imagem: Fotografia horizontal e colorida de uma multidão de pessoas em uma rua arborizada.
Imagem de arquivo: PixaBay.

Para Gilda, mais do que atentar para a quantidade de pessoas no mundo, é necessário olhar para o modo como as populações vivem. “Em que condições sociais, econômicas e ambientais essas populações estão assentadas no globo terrestre? A quantidade populacional expressa as diligências a serem tomadas pelos países para permitir o equilíbrio com o meio ambiente”, questiona. Gilda reitera que a marca de 8 bilhões de pessoas está próxima de ser alcançada, e que é necessário que haja preparação, por parte dos países, por meio de planejamento e políticas públicas que atendam a esse aumento demográfico.

 

A pesquisadora destaca que o aumento das desigualdades sociais e a pressão sobre os recursos naturais podem ser efeitos do crescimento populacional. No entanto, ela evidencia que, no caso de existir políticas governamentais adequadas, isso não ocorreria. “O aumento populacional não é responsável pelas mazelas do mundo contemporâneo, mas sim um sistema econômico que é pouco preocupado com a sociedade que explora”, reitera.

Expediente:

Reportagem: Samara Wobeto, acadêmica de Jornalismo e bolsista;

Mídia social: Eloíze Moraes, acadêmica de Jornalismo e bolsista; Rebeca Kroll, acadêmica de Jornalismo e bolsista; Ana Carolina Cipriani, acadêmica de Produção Editorial e bolsista; Alice dos Santos, acadêmica de Jornalismo e voluntária; e Gustavo Salin Nuh, acadêmico de Jornalismo e voluntário;

Edição de Produção: Samara Wobeto, acadêmica de Jornalismo e bolsista;

Edição geral: Luciane Treulieb e Maurício Dias, jornalistas.

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-601-9380

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes