Ir para o conteúdo SAI Ir para o menu SAI Ir para a busca no site SAI Ir para o rodapé SAI
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Dia Mundial do Refugiado será marcado por ato na UFSM no dia 20 de junho

Migraidh - Cátedra Sérgio Vieira de Mello realizará o Ato de Luta por Reconhecimento



Na próxima segunda-feira (20), Dia Mundial do Refugiado, o Grupo de Pesquisa, Ensino e Extensão Direitos Humanos e Mobilidade Humana Internacional (Migraidh) e a Cátedra Sérgio Vieira de Mello da UFSM realizam ato em homenagem à luta de milhões de pessoas que foram obrigadas a deixar seus lares para fugirem de conflitos, guerras, perseguições, insegurança alimentar e violações de direitos humanos.

O Ato de Luta por Reconhecimento acontecerá em dois momentos: às 12h, em frente ao Restaurante Universitário da UFSM, haverá microfone aberto com o debate “Luta, resistência e promoção dos direitos humanos”. Às 17h30, no auditório do prédio da Reitoria (sala 218), haverá a exibição de curtas de animação e debates contemporâneos sobre refúgio.

Este ato também marca o compromisso da UFSM com os direitos humanos e a inclusão de refugiados e migrantes pelo acesso à educação. 

Os dados das migrações forçadas do último ano são divulgados tradicionalmente pela Agência da ONU para Refugiados (Acnur) nesta semana de homenagens e registram o aumento ano a ano dos deslocamentos forçados, como também apontam para um enorme desafio de direitos humanos: o do reconhecimento do sujeito de direitos, do acolhimento, do acesso a direitos e política públicas, da integração local e do respeito e dignidade.

 

Texto: Equipe Migraidh/CSVM

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-402-3180

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes