Ir para o conteúdo AGITTEC Ir para o menu AGITTEC Ir para a busca no site AGITTEC Ir para o rodapé AGITTEC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Startup incubada na Agittec leva exposição de arte para a sala da sua casa



 

O aplicativo da Mobart, em parceria com a Bublitz Galeria de Arte, levará obras inéditas de Vitório Gheno à casa dos usuários no próximo sábado, dia 21. A solução pioneira no país traz a possibilidade de visitar a galeria virtual ou colocar os quadros na sua casa através do aplicativo disponível na Apple Store. Veja como funciona em https://youtu.be/CTib5kjL2Jo. Por enquanto, a experiência estará disponível apenas para Iphones e Ipads, mas, ainda no primeiro trimestre de 2021, a visita em realidade aumentada poderá ser conferida pelo sistema Android. Existe ainda a opção de visita presencial à Bublitz Galeria de Arte, localizada em Porto Alegre, na Av. Neusa Goulart Brizola, 143, no Bairro Rio Branco. A exposição vai até o dia 21 de dezembro.

A Mobart teve origem na pesquisa de doutorado em Artes Visuais da art dealer Andrea Capssa na UFSM. Atualmente, a startup é incubada na Pulsar/AGITTEC e acelerada pela USP com apoio da Samsung. O aplicativo Mobart foi criado para ajudar os agentes do mercado de arte, galerias de arte, comerciantes e colecionadores de arte a melhorar a logística e tornar a exibição de obras de arte mais acessível. 

Por meio da realidade aumentada, é possível acessar coleções de galerias de arte em residências, por exemplo, o que facilita o processo de venda, ao mostrar as peças em escala real. O fluxo de caixa também pode ser gerenciado no aplicativo. As galerias de arte podem gerenciar a quantidade de vendas, suas coleções, preços e transações financeiras, simplificando o controle das peças disponíveis e das margens de lucro.

A exposição de 16 obras do artista plástico Vitório Gheno, um dos grandes nomes da arte contemporânea do país, se divide em duas séries. A primeira, Arabescos, apresentará criações inéditas produzidas durante a pandemia e a segunda, Cidades Paralelas e Metrópole, obras clássicas de sua trajetória de mais de 70 anos de arte. A exposição conta com a curadoria da produtora cultural, fotógrafa, editora e bibliotecária documentalista Nádia Raupp Meuci. Você pode conferir as obras a partir do dia 21 de novembro até o dia 21 de dezembro, de forma virtual ou presencial. 

Texto: Giovana Dutra, acadêmica de Jornalismo e bolsista da Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia (Agittec)


Publicações Recentes