Ir para o conteúdo AGITTEC Ir para o menu AGITTEC Ir para a busca no site AGITTEC Ir para o rodapé AGITTEC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Dia Mundial da Propriedade Intelectual 2021 tem como tema o caminho das ideias até o mercado



No dia 26 de abril, comemora-se o Dia Mundial da Propriedade Intelectual. Desde o ano 2000, essa data – promovida pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) – tem a finalidade de levar à comunidade em geral conhecimentos sobre o que é propriedade intelectual e como ela pode contribuir para a promoção da inovação tecnológica. O tema  deste ano é “PI & PME: levar suas ideias ao mercado”.

 

Como funciona?

 

A atividade principal de cientistas e pesquisadores é buscar novas respostas aos problemas e desafios detectados nas diferentes áreas do conhecimento. Entretanto, para que estas respostas se transformem em produtos, processos ou serviços que estejam disponíveis para melhorar a qualidade de vida das pessoas, há um longo caminho a ser percorrido. No caso da UFSM, a finalidade da Agittec é oferecer todo o suporte institucional aos inventores para que esse caminho seja percorrido desde o laboratório até o mercado.

Se você ainda não conhece as tecnologias protegidas da UFSM ou quer saber mais, você pode acessar o Portfólio de Tecnologias da UFSM no site da Agittec. Caso se interesse por alguma das nossas tecnologias, entre em contato pelo email agittec.lic@ufsm.br. Entre as muitas invenções de cada instituição, algumas se destacam pela sua popularidade, pelo rendimento gerado e até mesmo pelas conexões que propiciam. Abaixo, alguns exemplos de tecnologias desenvolvidas em laboratórios de universidades brasileiras que chegaram ao mercado e estão sendo utilizadas a serviço da sociedade. 

 

Na UFSM

Em 1993, pesquisadores da UFSM começaram a testar e comparar diferentes práticas de manejo de irrigação e as respostas de cada cultura irrigada em termos agronômicos e de consumo de água e energia. Progressivamente, o sistema foi sendo configurado e modelado para a criação de uma ferramenta segura e eficaz, que minimizasse o tempo dedicado pelos irrigantes ao acesso às informações e ao processamento das recomendações de irrigação. Assim, o Sistema Irriga iniciou em nível de produtor rural em 1999, como um projeto piloto. A primeira área monitorada foi de 540 ha de milho, no município de Cruz Alta/RS. Em 2008 a tecnologia foi patenteada e configurou­-se como o primeiro caso de transferência de uma tecnologia protegida da UFSM. 

Atualmente, o Sistema Irriga realiza anualmente recomendação de manejo de irrigação para aproximadamente 150.000 ha. Ele é o único sistema no mundo que proporciona essas facilidades ao irrigante, atuando no monitoramento de áreas irrigadas em todo o Brasil, com escritórios nas regiões Sul, Sudeste, Centro­ Oeste e Norte. No exterior, o serviço é disponibilizado no Paraguai, Uruguai, México e Estados Unidos. 

 

Na USP

Uma das patentes da Universidade de São Paulo (USP) representa aproximadamente 90% da arrecadação em royalties da instituição. O medicamento Vonau Flash é indicado para náuseas e vômitos e tem dois diferenciais: ele não dá sono e se dissolve na boca. A pesquisa do que viria a ser o Vonau começou há cerca de 15 anos e contou com o apoio financeiro da Biolab Farmacêutica, organização que detém parte da patente e os direitos exclusivos de comercialização do medicamento. 

O contrato entre a USP e a Biolab foi assinado em 2005. No ano seguinte, depois de o medicamento ser autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ele já começou a render frutos para a instituição e para a empresa. Uma porcentagem fixa de cada caixa do medicamento vendida é repassada para a universidade. Segundo a Biolab, apenas no ano de 2018 o faturamento da empresa com o Vonau Flash foi de R$ 135 milhões. 

 

Na UFMG

 

Em 2000, um grupo de professores do Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) criou a Akwan. A empresa fornecia serviços de busca para usuários finais e empresas no Brasil, como UOL e IG, além de ser responsável pelo site de buscas Todobr.com. Em 2005, a Akwan foi comprada pelo Google e se tornou seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da América Latina. Assim começou a expansão do Google no Brasil. 


Busca de patentes

Existem várias plataformas disponíveis para fazer buscas por patentes. A fim de facilitar o acesso para quem tem interesse, o Coordenador de Propriedade Intelectual da Agittec, Lucio Dornelles, fez uma série de vídeos explicativos sobre como fazer buscas. Na série, disponível no canal do  Youtube da Agittec, ele explica as características e funcionalidades das plataformas INPI IPC, Espacenet, Web of Science, Orbit e Google Patents. Confira aqui os vídeos

Texto: Giovana Dutra, acadêmica de Jornalismo e bolsista da Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia (Agittec)

Ilustrações: Camila Santarem, acadêmica de Desenho Industrial, bolsista da Agência de Inovação e  Transferência de Tecnologia (Agittec).

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes