Ir para o conteúdo AGITTEC Ir para o menu AGITTEC Ir para a busca no site AGITTEC Ir para o rodapé AGITTEC
  • Acessibilidade
  • Sítios da UFSM
  • Área restrita

Aviso de Conectividade Saber Mais

Início do conteúdo

Agittec encerra 2022 com várias conquistas



 O ano de 2022 foi de muitas conquistas para a Universidade Federal de Santa Maria, a Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia e todo o nosso ecossistema de pesquisadores, startups, parceiros e colaboradores. 

 

Os números divulgados pela Coordenadoria de Transferência de Tecnologia e Propriedade Intelectual mostram a força da UFSM e a qualidade técnica de suas pesquisas. Abaixo seguem números de 2022.

  • 20M valor em projetos tripartites

Os Projetos Tripartite são geralmente executados por três instituições, quais sejam: UFSM, FAURGS e Financiado. Apesar do nome, não há limitação para a quantidade de instituições envolvidas na execução do projeto. O valor do projeto é definido previamente ao início de sua execução técnica e em conformidade com os valores e prazos ajustados com o ente financiador do projeto, bem como os demais aspectos negociais envolvidos e que devem ser definidos em contrato.

 

  • 105M valor contratados em projetos globais

São chamados de Projetos Globais, quando os recursos financeiros arrecadados e os financiadores/interessados são de previsão estimada. O valor do projeto será uma previsão em relação à expectativa de clientes/interessados nos resultados do projeto ou nos serviços prestados pela instituição. O projeto é firmado apenas entre a UFSM e a Fundação de apoio.

Exemplos: Projetos de prestação de serviços (laboratórios, consultorias), de eventos acadêmicos, cursos de pós-graduação lato sensu pagos, desenvolvimento institucional, etc.

 

  • 40M captação de projetos com financiamento externo

O sistema de fomento à inovação do Brasil contém agentes variados, desde bancos com taxas especiais de financiamento para atividades de inovação, agências públicas de fomento para projetos de PD&I ou bolsas de estudo e investimentos de capital de risco para acelerar startups. No caso da UFSM, foram contabilizadas apenas agências públicas como FINEP, CAPES e CNPq.

 

Em 2022, também foram feitos avanços importantes com a resolução 089/2022 referente a projetos com fundações, minuta da resolução de laboratórios compartilhados, minuta da resolução de acordos com fundações, minuta de resolução de laboratórios multiusuários e melhorias nos sistemas, portais e modelos de documentos.

 

Ainda em 2022, a UFSM atingiu o recorde de recursos obtidos via FINEP. A universidade foi contemplada em 2022 com mais de R$ 40 milhões nos editais da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI). É o maior valor já captado pela UFSM via FINEP em um ano. Como comparativo, o valor histórico das captações registradas entre 2008 e 2021 pela Instituição atinge cerca de R$ 55 milhões. Os recursos obtidos via FINEP são estratégicos para a Instituição, sendo destinados para a construção de prédios e laboratórios, equipamentos de grande porte, desenvolvimento de pesquisas e inovações, contratações de recursos humanos, dentre outros. Para 2023, a expectativa é que a UFSM avance na articulação entre os grupos de pesquisa e nas regulamentações internas de laboratórios multiusuários e compartilhados para que a Instituição possa ser ainda mais competitiva frente aos futuros editais externos. Além disso, de acordo com Daniel Bernardon, diretor da Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia (Agittec) é necessário que se mantenham os fomentos, com novos editais. “Inclusive já estamos trabalhando na proposta da UFSM de edital aberto”, afirma.

 

Um acordo de destaque foi a parceria entre UFSM e a ALG Com, que desenvolveram provas de conceito para novas soluções na área de antes para 5G. O projeto contou com um aporte financeiro de R$105.160,00 e quem realizou esta prova de conceito foram os docentes e alunos do curso de Engenharia de Telecomunicações, vinculados ao Departamento de Eletrônica e Computação da UFSM.

O Núcleo de Propriedade Intelectual também apresentou dados animadores referente ao ano de 2022.

 

A Coordenadoria de Empreendedorismo, que a partir de 2023 será chamada de Educação Empreendedora, fortaleceu parcerias dentro da Instituição com o objetivo de qualificar e estimular o empreendedorismo junto a alunos, técnicos administrativos e professores:

Programa FIT EMPREENDE: consiste na oferta de bolsas de inovação tecnológica a alunos de ensino técnico, tecnológico e de graduação para elaboração de atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Os projetos devem ter impacto tecnológico e industrial para aplicação na solução das demandas apresentadas pelas empresas incubadas na Pulsar.


Maratona de Inovação JAI: Ideathon multidisciplinar onde o foco dos desafios foi conectar pessoas e ideias através da resolução de problemas da própria UFSM.

TCC/Estágio Empreendedor: Permite que alunos de nível técnico ou graduação possam realizar suas atividades finais de curso no ambiente das empresas residentes na Incubadora Pulsar.

Grupo de alunos vencedores da Maratona de Inovação 2022
Diretor da Agittec, prof. Daniel Bernardon fala no Educar para Inovar

Educar para Inovar: O programa Educar para Inovar, coordenado pela SICT em parceria com a Secretaria da Educação (SEDUC), visa à transformação educacional através da aproximação da quádrupla hélice (universidades, comunidade, governo e empresas) e contribui para o desenvolvimento de habilidades necessárias ao profissional do futuro. O programa fomenta também a criação de uma rede de profissionais e a sua conexão com práticas para promover o protagonismo dos estudantes.

 

UFSM Innovation Imersão: A ação teve como objetivo a capacitação de docentes e TAEs nas áreas de empreendedorismo e inovação por meio de atividades práticas e mentorias.

Projeto Sinergia: visa estabelecer conexões entre empresas incubadas e alunos de graduação e pós-graduação, suprindo demandas das startups por meio do emprego de conhecimentos aplicados de alunos da UFSM.

 

MAI DAI: O Programa de Mestrado e Doutorado Acadêmico para Inovação, promovido pelo CNPq, pretende contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa aplicada, desenvolvimento tecnológico e inovação, fomentar projetos inovadores que apresentem risco tecnológico, por meio da pesquisa acadêmica, estimular a criação de redes de parcerias entre ICTs e empresas para a execução de projetos de pesquisa e de tecnologia inovadoras; auxiliar as empresas no desenvolvimento ou na melhoria de produtos, processos e serviços que favoreçam o avanço de setores econômicos estratégicos; além de promover ações de educação, popularização e/ou divulgação científica.

Último encontro do Projeto Sinergia
Reitor Luciano Schuch no Café Educação com Inovação

Mapeamento de Disciplinas: Foram mapeadas todas as disciplinas de graduação ligadas ao empreendedorismo na UFSM.

 

Aproximação com Empresas Juniores: Reunião com as EJ’s para entender de que forma podemos auxiliá-los e como eles podem fazer parcerias tanto nas programações da CE, quanto ações ligadas à Pulsar Incubadora junto das Startups incubadas.


Café Educação com Inovação: Encontro com Coordenadores de Curso para debater temas como Itinerários Formativos, Mundo do Trabalho, Ecossistema de Estágios, Inovação, Metodologias Ativas na Educação.

Visitas nas Unidades de Ensino: Visitamos todos os centros fazendo contato com as direções para nos colocar à disposição para parcerias em eventos dos centros, como também foi uma reunião para nos apresentar e facilitar a comunicação e acesso da CE com os centros. 

 

Palestras para as turmas: Os professores agendam uma data com a equipe dos Centros de Educação (CE). No encontro com as turmas, explicamos sobre a Agittec/PROINOVA (departamentos e atividades de cada um de forma breve (TT, PI, CE, Prosp e Valoraç.), sobre a Incubadora Pulsar, Parque e sobre os Programas da CE que conecta estudantes com as empresas incubadas (Sinergia, FIT, Estágio e TCC Empreendedor). Falamos também sobre Empreendedorismo, Inovação e Tecnologia, incentivando os alunos a investir em suas ideias, nos colocamos à disposição para auxiliá-los e mostramos que ideias podem ser construídas e desenvolvidas ainda dentro da universidade, neste caso explicamos um pouco sobre Pré-Incubação e Incubação.

Integrado à AGITTEC, também temos as diversas ações realizadas pelo Parque de Ciência, Inovação e Tecnologia (InovaTec) e Incubadora Tecnológica (Pulsar), como:

Captação de recursos via FINEP para construção e manutenção do Parque Tecnológico

Programa de Pré-Incubação

– Edital de Incubação

 

Escrito por Débora Tamiosso – Comunicação Agittec

Luka de Andrade – Bolsista de Comunicação Agittec

Fotos: reprodução

Divulgue este conteúdo:
https://ufsm.br/r-399-4668

Publicações Relacionadas

Publicações Recentes